Relato: “Adotei a filha da minha irmã e ela quer que eu adote seu segundo filho também”

A mulher nunca quis ter filhos e se viu encurralada com esse pedido da caçula

Resumo da Notícia

  • Uma mulher adotou a filha da irmã mais nova
  • Ela não queria ter filhos, mas mesmo com os desafios ela ficou com a menina
  • Agora a irmã caçula pediu para que ela também adota-se o segundo filho dela que ainda vai nascer

Anonimamente, uma mulher de 35 anos contou que adotou a filha da própria irmã mais nova quando a menina tinha ainda dois anos de idade. Agora, sete anos depois, a jovem pediu para que ela adotasse o outro filho que está prestes a nascer.

-Publicidade-
A irmã dela engravidou novamente e pediu para que ela adotasse o segundo filho
A irmã dela engravidou novamente e pediu para que ela adotasse o segundo filho (Foto: Divulgação)

A irmã mais nova da mulher anônima tinha apenas 17 anos quando engravidou pela primeira vez. “Eu amo minha sobrinha e nunca vou culpá-la pelos erros da minha irmã, mas infelizmente isso destruiu minha vida. Causou um obstáculo significativo na minha carreira e tive que recusar melhores ofertas de emprego, isso porque eles não quiseram me deixar ficar perto de casa o suficiente”, escreveu no portal Reddit.

“Meus pais amam minha sobrinha, mas não podem assumir a responsabilidade de cuidar dela. Nunca planejei ter filhos. Eu até tinha namorado antes de ficar com minha sobrinha, mas ele também não queria ter filhos e tomamos a decisão de nos separar quando eu a acolhi”, contou.

A família nunca escondeu da menina quem é sua mãe biológica e, embora tenha sido difícil, há três anos a irmã da mulher voltou à vida deles e agora age como uma tia para a filha biológica. Disse-lhe que gostaria que a criança ficasse com a tia, pois ela seria mais capaz de lhe proporcionar uma vida melhor.

“No feriado passado, estivemos com meus pais para abrir presentes e minha irmã deu um presente para minha sobrinha abrir. Era uma camisa que dizia ‘Eu vou ser irmã mais velha!’ sobre ele. Não tínhamos certeza do que isso significava, mas minha irmã nos informou que ela estava grávida e que ela não seria capaz de manter o bebê e ela estava mais uma vez esperando que eu cuidasse do filho dela”, continuou a mulher.

“Minha sobrinha ficou muito animada com a notícia e meus pais ficaram felizes em saber que eles teriam outro neto, mas eu fiquei chocada. Comecei a chorar imediatamente e saí. Minha irmã entrou para falar comigo e eu disse a ela que eu não seria capaz de cuidar do bebê. Eu não quero um novo bebê. Eu amo minha sobrinha, mas criá-la já é responsabilidade suficiente”, desabafou.

A irmã mais nova diisse que ela estaria agindo mal se não adotasse o segundo filho dela também
A irmã mais nova disse que ela estaria agindo mal se não adotasse o segundo filho dela também (Foto/Ilustrativa Getty Images)

“Minha irmã me disse que eu estaria errado em não acolher o irmão da minha sobrinha. Ela não tinha intenção de engravidar e ela não sabe quem é o pai. Meus pais não podiam aceitar um bebê também, então cabe a mim. Minha irmã me disse que eu deveria me sentir ‘abençoado’, mas não me sinto”, relatou.