Relato: “Contei meu filho gritar ‘mãe’ e bater na porta 67 vezes durante o meu banho”

Suka Nasrallah publicou no portal Love What Matters um relato importantíssimo sobre a maternidade real – e a falta de sensibilidade com as mães

Resumo da Notícia

  • Suka Nasrallah publicou no portal Love What Matters um emocionante relato sobre a maternidade real
  • A mãe contou que ouviu o filho chamá-la 67 vezes enquanto estava no banho
  • Suka ainda falou um pouco sobre a exaustão enfrentada pelas mães

Suka Nasrallah é mãe de dois filhos – e desabafou ao portal Love What Matters sobre as dificuldades da maternidade real. O pontapé inicial do relato aconteceu quando a mãe presenciou nada menos que 67 chamados do filho enquanto ela tomava banho:

-Publicidade-

“Comecei a contar na metade dos gritos, como uma forma de me acalmar para não gritar com ele. Mas, para registro: foram 67 batidas na porta enquanto ele falava ‘mamãe’. Eu estava no chuveiro. Queria um tempo só para mim”, desabafou.

Suka Nasrallah publicou o desabafo nas redes sociais também (Foto: Reprodução/ Love What Matters)

Diante do ocorrido, a mãe abriu o coração sobre a exaustão de ser mãe em tempo integral. “Eu me sentei no box e entrei em pranto porque simplesmente não sabia o que responder. Não tinha forças para manter uma conversa enquanto eu estava no banho. Não tive como bater papo enquanto precisava desesperadamente de um momento a sós“, declarou.

“Tudo o que eu queria eram 10 minutos só para mim – e claramente não podia”, ainda disparou Suka. “É por isso que mãe estão tão cansadas. É exatamente por causa disso que ficamos acordadas até tarde, mesmo sabendo que nos arrependeremos no dia seguinte”.

A mãe ainda falou do cansaço de ser mãe em tempo integral (Foto: Shutterstock)

“Somos tão sensíveis porque somos dessensibilizadas. Não somos compreendidas. Estamos exaustas. Precisarem de você 24 horas por dia é extremamente cansativo – e nunca param de precisar das mães – não existe linha de chegada”, finalizou a mãe de três filhos.