Família

Relato de mãe: “É mais fácil educar meu filho sozinha do que com um parceiro complicado”

Por que optar por ser mãe solo ainda é um tabu?

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

“Terminar com o pai do meu filho foi a melhor coisa que eu poderia fazer por nós” (Foto: Getty Images)

Quando qualquer relacionamento chega a um ponto insuportável, haverá conflitos e mudanças difíceis. Mas quando as crianças estão envolvidas, o monstro da separação vem com um pacote de obstáculos completamente diferente.

Nora Sanchez contou que seu relacionamento com o pai de seu bebê estava caindo aos pedaços mesmo durante a gravidez. As tensões diminuíram um pouco após a chegada de seu filho, mas eles sabiam que teriam que enfrentar as consequências de ficarem juntos. Nora marcou uma terapia de casal para os dois, mas não deu muito certo.

A comunicação entre os dois foi destruída, a confiança foi quebrada e reconstruída em uma base totalmente instável. Na festa de 1 ano do filho deles, o pai teve uma explosão emocional, que resultou na família de Nora deixando o local.

Eles discutiram esse incidente na terapia e, pela primeira vez, o terapeuta concordou com o marido de Nora, culpando o sarcasmo dela pelos problemas do casal, não o comportamento dele. Até então, Nora nunca conhecera um terapeuta que escolhesse um “lado certo”. Ela concluiu que salvar seu relacionamento seria uma responsabilidade dela.

Quando Nora terminou seu relacionamento com o pai de seu filho, ela teve que combater alguns sistemas como “sorria e suporte tudo isso”. Quanto ela contou aos amigos que ia se separar, eles ficaram muito confusos. As primeiras perguntas que fizeram foram sobre os cuidados com o bebê e os próximos passos financeiros.

Como Nora era uma mãe jovem, a maioria das pessoas de sua idade, principalmente suas amigas, não conseguiam imaginar que ela pudesse cuidar de seu filho sozinha. Nora disse que agora se sente uma mãe mais feliz: “É muito mais fácil educar meu filho sozinha do que ao lado de um parceiro complicado”, ela completa.

Nora desabafa que a única coisa que perdeu nessa jornada como mãe solo foi a compreensão de algumas amigas, que poderiam ter aprendido com uma das decisões mais desafiadoras que ela e muitas outras mulheres precisaram tomar.

Leia também:

Mãe desabafa sobre acompanhar o filho no banco de trás do carro e o relato é emocionante

Mãe conta como conseguiu um novo emprego no final da gestação e aconselha: “Não tenha medo de arriscar”

Mãe faz desabafo sobre como a gravidez afetou sua saúde mental: “Questionei minha sanidade”