Relato de mãe: “Expulsei uma criança da festa da minha filha, porque ela não foi chamada”

O relato foi feito de maneira anônima e publicada na rede social Reddit, após a mulher ter passado por um momento estressante no dia do aniversário da menina

Resumo da Notícia

  • Uma mãe fez um relato anônimo após ser criticada pela atitude no aniversário da filha
  • Ela contou que precisou tirar uma criança da festa por ela não ter sido convidada
  • A ideia inicial era que todas as crianças tivessem o próprio kit e não o dividissem por causa do coronavírus
  • A mulher deu o lado dela da história
Os convidados ficaram incomodados com a mãe (Foto: Getty Images)

Em um relato anônimo publicado na rede social Reddit, uma mãe contou que decidir os convidados para a festa de aniversário da filha foi uma atividade bastante estressante. No desabafo, ela disse que precisou impedir que uma criança participasse, já que não havia sido convidada.

-Publicidade-

A mulher, mãe de três, afirma que é muito comum que os pais deixem as crianças em uma festa e depois irem para casa: “Sem considerar que nem todos os filhos eram convidados. Às vezes, mais de um dos pais faz isso e, honestamente, acho egoísta”. Pensando na pandemia, ela quis organizar uma comemoração com poucos convidados para não gerar aglomeração, mas acabou sendo surpreendida.

Para ela, é importante que exista um acordo com a família anfitriã antes de levar pessoas não convidadas. Para a festa de aniversário da menina de dez anos, as crianças manteriam a distancia necessária e receberiam kits de artesanato para brincaram, porque assim poderiam se divertir: “Isso funcionou!”.

-Publicidade-
A mulher não gostou da atitude dos pais, após a criança fazer birra (Foto: Getty Images)

Como ela planejou o número de kits a serem comprados, não poderiam existir convidados extras na festa. “Este fato foi fortemente enfatizado para os pais e nenhuma palavra de descontentamento foi fita”, explicou. Mesmo conversando antes da comemoração, um dos pais levou uma criança não convidada e inconformada, a mãe pediu que ninguém dividisse os kits com ela.

Mesmo acompanhando a situação, a mulher disse que foi firme e apesar da criança fazer birra para ficar na festa, ela tomou a atitude. “Os pais não fizeram nenhum movimento para acalmá-la, mas, em vez disso, me culparam por dizer não à ela”. De acordo com a mãe, se o evento não fosse pequeno, nada disso teria problema.

Por fim, os pais decidiram levar as duas crianças para casa e a mãe foi julgada pelos convidados em ter tomado a decisão. Como a ideia era que todos brincassem com o próprio kit, também como medida de segurança, ela não voltou atrás. Ao compartilhar o relato na internet, a mulher foi apoiada pelos internautas, que levantaram o ponto que é importante passar o ensinamento que combinados devem ser cumpridos.

-Publicidade-