Relato de mãe: “Gastei R$ 8 milhões criando 22 filhos e estive grávida por mais de 16 anos”

Sue e Noel Radford comentaram a dificuldade de manter a família financeiramente e também de continuar com a rotina durante a pandemia

Resumo da Notícia

  • Aos 45 anos, Sue Radford já esteve grávida por mais de 16 anos e meio
  • Casada com Noel, o casal já tem 22 filhos
  • A dupla britânica comentou que já gastou mais de R$ 8 milhões criando os herdeiros

Quando você já teve 21 filhos, você pode pensar que um ultrassom perderia a graça. Mas para Sue Radford, ouvir o coração de Heidi bater ainda é uma sensação mágica. A mulher deu a luz à 11ª filha em abril de 2020, durante a quarentena.

-Publicidade-

Aos 45 anos, Sue já esteve grávida por mais de 16 anos e meio. Ela ainda contou que o parto mais demorado dela foi de 36 horas e o mais rápido foi de 45 minutos. A mãe ainda disse que recebe uma pergunta frequente: “Sempre me perguntam ‘Vai ficando mais fácil?’ Não!”.

O casal tem 22 filhos (Foto: Reprodução/ Daily Star)

Antes da caçula nascer, o casal britânico comentou que já gastaram mais de R$ 8 milhões criando os 22 filhos. Refletindo sobre os gastos, o pai, Noel, disse: “Tento não pensar muito sobre o que custa. O que eu poderia ter em vez disso?”. O casal que se sustenta com uma padaria e não depende de benefícios  espremeu a grande família em uma antiga casa de repouso de dez camas.

-Publicidade-

Com 18 dos filhos ainda morando em casa, Noel está sob pressão para sustentar a enorme família por meio de sua loja de tortas. Ele disse: “Custa cerca de R$ 250 mil apenas para manter a casa funcionando e alimentar a todos. Portanto, é um monte de tortas que temos que vender para sustentar a todos nós!”.

A família se mantém com uma loja de tortas (Foto: Reprodução/ The Sun)

Antes da pandemia, Noel disse que a família dependia muito da rotina, mas percebeu que as crianças mais novas tem tido muita dificuldade durante o isolamento social. Ele acrescentou: “Muitas vezes nos perguntam, ‘Como você cuida de uma família tão grande?’ E geralmente é rotina. Mas não houve nada disso [na quarentena]”.

“Seis ou sete semanas durante as férias de verão já é difícil, mas já estamos chegando a seis meses agora. É um pesadelo”, adicionou o pai.

-Publicidade-