Relato de mãe: “Meus trigêmeos nasceram com sete anos de diferença”

Helen Baker passou por algumas tentativas de fertilização in vitro para realizar o sonho da maternidade. Ela optou por congelar alguns embriões depois de uma tentativa de sucesso e, depois de um tempo, retomou o processo

Resumo da Notícia

  • Uma mulher que precisou fazer reprodução assistida para engravidar, deu à luz trigêmeos com 7 anos de diferença
  • Isso porque, após o primeiro filho, ela optou por congelar os embriões restantes e depois de uma nova tentativa, engravidou de gêmeas
  • A mulher se disse muito feliz por ter realizado o sonho e ser mãe de 3

Nem sempre engravidar é tão fácil. Um casal precisou realizar fertilização in vitro algumas vezes para conseguir aumentar a família. Assim, Helen e Oliver Baker tiveram o primeiro filho, Hugo, na nona tentativa.

-Publicidade-
Uma mulher deu à luz trigêmeos com 7 anos de diferença, após realizar fertilização in vitro (Foto: Shutterstock)

O menino nasceu em fevereiro de 2011 e os pais optaram por congelarem os embriões restantes para poder fazer mais uma tentativa no futuro. Foi então que em agosto de 2018, Monty e Coco chegaram na família.

O mais interessante dessa história, é que, apesar da diferença de idade, os irmãos podem ser considerados trigêmeos, uma vez que foram concebidos no mesmo tempo e utilizando os mesmos óvulos e espermatozoides.

E as semelhanças não param por aí. Segundo os pais, é possível perceber vários aspectos físicos praticamente idênticos entre Monty e Hugo, além finalizarem as frases um do outro. “As pessoas dizem que há uma ligação indestrutível entre gêmeos e trigêmeos. Eu diria que outras crianças na idade do Hugo achariam os irmãos irritantes, mas os três são muito próximos”, disse a mãe ao The Sun.

Helen ainda falou que o irmão mais velho ajuda muito os pais nos cuidados com os mais novos e reforçou: “Hugo e Monty se parecem muito. Claro, que sempre há semelhanças entre irmãos, mas é assustador. As pessoas me dizem que é como olhar para trás quando veem Monty. É como entrar em uma máquina do tempo”.

Durante a conversa, a mulher também relembrou o momento difícil que soube que não poderia ter filhos de forma natural, mas completou: “Nós estamos tão felizes que, apesar de todas as adversidades, nós temos agora nossa família. Meus trigêmeos nasceram com sete anos de diferença”.