Relato de mãe: “Minha sogra acha que o autismo da neta é uma desculpa”

Em um desabafo, ela explicou a situação e contou que todos os dias tenta incentivar com informação a avó da menina para que as duas possam criar uma conexão ainda melhor

Resumo da Notícia

  • Uma mãe fez um desabafo sobre a sogra não acreditar que a neta é autista
  • No relato, ela conta que a avó acha que seria apenas uma desculpa para não discipliná-la
  • Mãe e filha são autistas
  • Ela tenta fazer com que a conexão das duas seja ainda melhor buscando dar mais informações à sogra

Em um relato, uma mãe contou sobre a experiência da sogra não acreditar que a neta tenha autismo. Com um desabafo, Noor Abdul falou dos bons momentos entre as duas, mas se mostrou bastante incomodada quando ela briga com a filha por “não olhar para a avó quando está falando”, por exemplo.

-Publicidade-
A mãe fez um desabafo sobre o comportamento da sogra com a neta (Foto: iStock)

A menina, de cinco anos, as vezes parece “distraída ou sonhando com o próprio mundo”, de acordo com a mãe, e isso acaba tirando a sogra do sério. “Minha filha e eu temos autismo. É difícil para nós duas fazer contato visual, porque parece muito opressor. Aprendi a lidar com o desconforto, a mascarar, e ainda é profundamente desconfortável para mim. Não quero que minha filha passe pela mesma experiência”, desabafou ao portal australiano SBS.

De coração partido, a mãe explicou a situação: “A verdade é que minha sogra não aceita que sua neta tenha autismo. É um assunto profundamente delicado para ela e, infelizmente, não há nada que meu marido e eu possamos fazer para persuadi-la do contrário. Tentei ter conversas diretas sobre as dificuldades de minha filha, mas ela diz que estou inventando ‘desculpas’. Ela disse ao meu marido que tudo o que minha filha precisa é de ‘disciplina'”.

-Publicidade-

Como alternativa para trazer mais informações sobre o assunto para a sogra, Noor contou que está tentando trazer mais curiosidade: “O pediatra de desenvolvimento de minha filha sugeriu que compartilhássemos panfletos ou sites com minha sogra, para ajudar a plantar as sementes da compreensão. Um dos terapeutas de minha filha conversou com minha sogra sobre como se comunicar melhor com minha filha, e funcionou por um tempo”.

Mãe e filha são autistas (Foto: Shutterstock)

Com a falta de conexão entre as duas, a mãe disse que ainda é difícil que ela aceite a neta como realmente é. “Aprendi a usar os muitos altos e baixos de nossa vida como oportunidades de aprendizado para minha filha. Expliquei que sua avó a ama, mesmo que ela não seja a mais fácil de se conviver às vezes. Eu encorajo minha sogra a prestar mais atenção em sua neta“.

Aos pais, ela ainda mandou um conselho: “Não tenha vergonha de pedir ajuda. O que digo à minha filha é um passo além disso – ela está perfeitamente conectada, do jeito que é. Suas lutas também são sua porta de entrada para seus pontos fortes, assim como são para mim”, concluiu.

O 9º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Tal da Felicidade está aí! Ele vai acontecer no dia 19 de agosto, completamente online e grátis. Serão oito horas de transmissão ao vivo e você pode acompanhar tudo neste link aqui. Esperamos por você!

-Publicidade-