Relato de mãe: “O coração de uma mãe foi feito para quebrar e curar várias vezes. Não desista”

Você com certeza vai se identificar!

mother-calming-crying-son-picture-id917819998
(Foto: iStock)

A contribuidora do time de pais do Today, Lauri Walker, é mãe de quatro crianças e publicou um desabafo que você com certeza irá se identificar. Nele, ela passa uma mensagem de suporte incrível para outras mulheres e deixa claro: maternidade não é fácil, mas vale a pena. Leia e, assim como a gente, se emocione:

-Publicidade-

“Haverão momentos como mãe que você se sentirá esmagada.

Não desista.

-Publicidade-

Haverão horas, dias, que você duvidará de tudo que está fazendo. Todas as decisões. Cada pensamento.

Não vá embora.

Desde o momento em que você ouvir o primeiro choro de seu filho, até o dia em que você levá-lo para a escola e até para a faculdade, você tomará milhões de decisões sobre e para ele.

Algumas serão fáceis e você mal suará. E algumas serão tão importantes e decisivas que vão te derrubar.

Não fique chateada.

Levante-se.

Este não é um amigo que você acabou de conhecer.

Este não é um conhecimento passageiro.

Este é seu filho.

Olhe nos olhos dele.

Não desista.

Toda vez que você luta pelo que é melhor para ele, você representa força e perseverança.

Toda vez que você discute com ele, você demonstra respeito e responsabilidades.

Você nem sempre estará certa. Às vezes você terá que pedir desculpas. E quando você faz isso, você ensina a humildade.

E toda vez que você aplica uma consequência, você demonstra amor.

Não desista.

Largar tudo é fácil.

Quando você diz ‘Eu estou cansado de você!’, você está apenas com medo e dúvida.

Não desista.

O coração de uma mãe foi feito para quebrar e curar várias vezes.

Você consegue fazer isso. E enquanto você está fazendo isso, você está ensinando-o a estar pronto para os momentos em que ele não pode desistir”.

Leia também:

Desabafo de pai: “Estou ficando cansado de ter que trocar a fralda da minha filha em um chão nojento”

Rolou desabafo da Giovana Ewbank: ela mostra que não é fácil, MESMO, o processo de adoção e a maternidade

Desabafo: “Aos colegas de trabalho que chamaram minha licença-maternidade de férias”