Relato: “Dei leite em pó pra minha sobrinha recém-nascida e metade da família não quer falar comigo”

E nesse momento, a rede de apoio é fundamental para as mães e as crianças. Em um depoimento no Reddit, uma mulher contou que foi criticada pela família após ajudar a cunhada com o bebê

Resumo da Notícia

  • Amamentar nem sempre é um processo fácil. Ele pode ser árduo e cansativo;
  • E nesse momento, a rede de apoio é fundamental para as mães e as crianças;
  • Em um depoimento no Reddit, uma mulher contou que foi criticada pela família após ajudar a cunhada com o bebê.

Amamentar nem sempre é um processo fácil. Ele pode ser árduo e cansativo. E nesse momento, a rede de apoio é fundamental para as mães e as crianças. Em um depoimento no Reddit, uma mulher contou que foi criticada pela família após ajudar a cunhada com o bebê.

-Publicidade-

Uma mulher deu à luz recentemente e quando a familiar viu o sofrimento da cunhada, decidiu agir: “Quando eu deixei a comida, fiquei chocada com a aparência da minha cunhada. Ela literalmente parecia morta-viva, mal acordava, não tomava banho e na verdade estava chorando por frustração”, disse.

É importante que o diagnóstico seja precoce
Amamentação (Foto: Shutterstock)

“No começo eu não queria me intrometer, mas me incomodou tanto que voltei à loja e comprei uma lata de leite em pó para bebês. Achei que isso daria a ela uma chance e minha sobrinha poderia comer”, disse a mulher no relato. Que ainda contou, que para a mãe, esse gesto foi muito especial. Afinal, ela tinha sido a primeira pessoa que estava tudo bem se ela não pudesse amamentar.

“Pedi à minha cunhada que tomasse banho depois que minha sobrinha comeu e adormeceu, troquei os lençóis da cama e disse a ela para dormir enquanto minha sobrinha dormia”, explicou. E a jovem achou ter feito a coisa certa, mas rapidamente, ela recebeu muitos ataques.

Mulher dá leite em pó para a sobrinha e recebe críticas (Foto: Shutterstock)

“Meus pais e primo estão furiosos comigo e a irmã da minha cunhada concordou com eles e me deixou uma mensagem de voz cheia de palavrões”, desabafou. Ela acrescentou: “Já que não sou uma mãe ou especialista em bebês, não tenho ideia de como é um recém-nascido. Estou pensando duas vezes agora antes de tomar qualquer atitude, mesmo depois de sentir que fiz a coisa.”

A mulher concluiu o relato perguntando aos internautas, se ela tinha feito a coisa certa e foi recebida com carinho: “Bom trabalho, você é uma boa pessoa e tenho certeza que ela está muito grata por tudo o que você fez”, disseram.