Relato: “Minha amiga não quer ter filho mas diz que eu roubei o nome que ela escolheu”

Uma mãe foi até o Reddit recentemente fazer um desabafo sobre a situação na qual esta passando e pedir a opinião dos internautas

Resumo da Notícia

  • Uma mãe foi até o Reddit recentemente fazer um desabafo sobre a situação na qual esta passando e pedir a opinião dos internautas
  • Ela contou que uma amiga que não quer ter filhos está dizendo que ela roubou o nome que a amiga tinha escolhido
  • A mulher está grávida do primeiro bebê e não sabe como agir

Uma mãe foi até o Reddit para compartilhar uma situação que está vivendo no momento. Ela contou que decidiu manter o nome que havia escolhido para o bebê por um tempo, mas não acreditou que teria grandes problemas com a escolha. Depois de revelar como o filho iria se chamar, no entanto, ela foi surpreendida por uma resposta inesperada de uma amiga que nunca quis ter filhos. A mulher, cujo nome não foi revelado, foi até a rede social para pedir a opinião dos internautas sobre como agir.

-Publicidade-

A mãe contou que escolheu o nome ‘Robin’ para o filho e a amiga, então, falou que esse era o nome que ela tinha escolhido caso fosse mãe, apesar de não querer ter filhos. “Minha amiga é inflexível quanto ao tópico filhos. Ela não gosta de crianças e não quer ter uma. Ela usa várias formas de controle de natalidade e chegou a falar que poderia pensar em um aborto se descobrisse que estava grávida. Ela também fica muito chateada quando alguém sugere que em breve ela mudará de ideia. Ela tem sido assim desde o ensino médio e agora estamos com quase 30 anos, então eu tinha quase certeza de que ela nunca teria filhos”, começou ela contando.

Relato: “Minha amiga não quer ter filho mas diz que eu roubei o nome que ela escolheu” (Foto: Getty Images)

“Dito isso, ela gosta de inventar nomes hipotéticos para bebês. Ela procura os significados e as origens e tem uma lista de provavelmente centenas de nomes de que gosta e que usaria se quisesse ter filhos um dia. O número 1 da lista é ‘Robin’ e tem sido desde que éramos adolescentes. Eu não tinha uma preferência forte até engravidar e então me lembrei daquele nome em particular e me apeguei a ele”, continuou, explicando.

“Eu realmente não acho que ela teria um problema com isso, considerando que estou usando um nome de um bebê que nunca vai existir e é um nome relativamente comum de qualquer maneira. Meu marido e eu optamos por não revelar nossos nomes escolhidos até o nascimento porque não tínhamos certeza se mudaríamos de ideia assim que o conhecêssemos, mas não! Ele é perfeito e adorável e definitivamente um Robin. Liguei para todos para contar a novidade e, assim que falei com minha amiga, ela ficou chateada”, seguiu.

“Ela está desapontada por eu ter escolhido seu nome de bebê favorito, mesmo que fosse apenas um hipotético. Fiquei um pouco surpresa com isso, então me desculpei e sugeri que se ela engravidasse, ela ainda poderia usá-lo, nós temos sobrenomes diferentes em países diferentes, não seria um grande problema. Ela disse para eu desistir, mas já se passaram algumas semanas e as coisas ainda parecem muito complicadas entre nós. Eu me sinto culpada, mas também não vou mudar o nome do meu filho só para acalmá-la”, completou.

Depois de compartilhar o relato, os internautas rapidamente começaram a comentar, contando as próprias opiniões sobre o ocorrido.  “Ela não pode definir um nome para uma criança imaginária que ela nem mesmo planeja ter e declará-la ‘dela’ e te proibir de usá-lo”, disse uma. “Se a sua amiga está realmente planejando não ter filhos, parece um pouco ridículo da parte dela manter um nome de bebê. No entanto … você admite que sabe que ela escolheu isso desde que vocês eram adolescentes, então, com isso em mente … dos milhões de nomes possíveis, você escolheu aquele e nem se preocupou em mencioná-lo casualmente de antemão para avaliar a opinião dela sobre isso”, pontuou outra.

“Sem filhos ou não, foi um nome que ela mesma escolheu. O nome dela não é dela mesma, mas foi um que ela pensou durante anos em usar. Ela está chateada com razão porque você sabia que era um nome que ela teria usado se ela tivesse um filho. Acidentes acontecem e as pessoas podem mudar de ideia”, opinou um terceiro.