Relato: “Minha esposa e sogra trocaram o nome da minha filha escondido e eu quero o divórcio”

Um homem não entendia porque a filha estava tendo dificuldades em reconhecer o próprio nome, até que ele encontrou a esposa e a sogra chamando-a por outro nome

Resumo da Notícia

  • Um homem não estava entendendo porque a filha não reconhecia o próprio nome
  • Ele viu a esposa e a sogra chamando a menina por outro nome
  • Ele ficou furioso e está considerando o divórcio
  • Internautas no Reddit deram conselhos

Depois de saber que estavam esperando um bebê, um casal fez um acordo para escolher o nome do mesmo. Se eles tivessem um menino, a esposa teria o direito de escolha, mas se tivessem uma menina, caberia ao marido escolher.

-Publicidade-

A mulher estava tão convencida de que eles teriam um menino que a família lhe deu uma pilha de presentes azuis no chá de bebê e a mãe dela estava tricotando roupas com o nome masculino que ela havia escolhido.

No entanto, quando o dia do parto chegou, a mulher deu à luz a uma menina, então o pai começou a pensar no nome perfeito. Ele escolheu um nome que ele já gostava durante toda a gravidez e disse à esposa que o colocaria na certidão de nascimento. Ela parecia não ter nenhuma objeção, então ele foi oficializar.

Mas um ano depois, ele voltou para casa depois do trabalho e encontrou a esposa e a sogra discutindo sobre a filha, mas elas estavam se referindo a ela por um nome diferente. No Reddit, fórum online, o pai escreveu: “Quando perguntei de quem elas estavam falando, elas ficaram envergonhadas e deixaram escapar que estavam falando sobre minha filha.”

Ele acrescentou: “Quando perguntei por que elas estavam usando outro nome, minha sogra disse ‘porque foi assim que decidimos chamá-la’, fiquei chocado porque esta foi a primeira vez que alguém fez objeções ao nome.” O pai também disse que a filha realmente estava com problemas de reconhecer o próprio nome, e agora ele sabe que é porque ele e a esposa usaram dois nomes completamente diferentes no ano passado.

Pai decide abandonar o filho
Ele não gostou do que a esposa fez (Foto: Reprodução/ Getty Images)

A mulher ainda sugeriu que eles mudassem oficialmente o nome da filha. Então, começou uma briga e a mãe o acusou de ser ‘não solidário’ e roubar ‘seu direito de nomear a criança que ela deu à luz’. Ele continuou: “Agora é a pior parte. Eu poderia ser convencido a mudar o primeiro nome, mas o que ela quer é uma versão feminina muito estranha do nome que ela queria para o menino. Imagine usar uma versão feminina do nome Drake ou Thomas. Ela ficou com raiva e me deixou em casa com a minha filha e foi para a casa dos pais dela.”

O pai afirmou: “Toda a família dela, exceto meu sogro, está me chamando de controlador e dizendo como é injusto eu ter escolhido o nome inteiro e feito tudo sobre mim.” Ele disse que o comportamento da esposa é assustador e que ele está considerando o divórcio, já que ele sente que ‘ela pode estar tentando recriar o filho menino que não veio sacrificando nossa filha’.

No Reddit, internautas ficaram do lado do homem. Uma pessoa escreveu: “A única pessoa que está controlando aqui é aquela que está tentando insistir que doze meses depois ela mude o nome da sua filha para basicamente o nome do menino que ela escolheu. Isso é estranho, e levemente perturbador.” Outra aconselhou: “Faça algum aconselhamento familiar para entender o que está acontecendo aqui. O divórcio pode ser inevitável.”