Retorno das aulas presenciais: consulte as datas por estado da rede pública e particular

Até o momento, 8 estados possuem um calendário definido para a volta ainda em 2020. Veja como irá funcionar e fique por dentro de todas as atualizações

Resumo da Notícia

  • Veja a data de retorno para cada local do país
  • 8 estados irão retornar as aulas ainda em 2020
  • Saiba como irá funcionar a rede estadual, municipal e particular

Na última segunda-feira, 5 de outubro, um levantamento realizado pelo G1 mostra que oito estados já possuem data de retorno para as aulas presenciais ainda em 2020. São eles: Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

-Publicidade-
8 estados tendem a voltar as aulas ainda em 2020 (Foto: iStock)

Estados como Acre, Distrito Federal e Rio Grande do Norte não preveem a volta às aulas na rede pública para este ano. O primeiro retorno do país aconteceu no Amazonas, em 10 de agosto, com alunos do Ensino Médio e também da modalidade e Ensino de Jovens e Adultos (EJA).

No geral, a volta às aulas irá acontecer de maneira parcial, ou seja, para séries específicas. Em alguns casos como, por exemplo, em São Paulo, as atividades serão extracurriculares e opcionais. Veja a situação de cada estado na rede pública e particular.

-Publicidade-

Acre: as atividades para a rede estadual, municipal e particular não irão retornar até o final de 2020.

Alagoas: as atividades para a rede estadual, municipal e particular seguem sem previsão.

Amazonas: as atividades da rede estadual e particular já retornaram, mas a municipal da capital ainda segue sem previsão

Amapá: as atividades da rede estadual e municipal da capital estão suspensas até 30 de outubro e na rede particular até 13 de outubro

Bahia: as atividades para a rede estadual, municipal e particular estão suspensas até 12 de outubro

Ceará: as atividades para a rede estadual seguem sem previsão de retorno, na municipal da capital não irão retornar em 2020 e na particular já houve o retorno de algumas séries.

Distrito Federal: as atividades para a rede distrital não irão retornar até o fim de 2020, e particular já retornou

Espírito Santo: as atividades para a rede estadual e municipal da capital retornam no dia 13 de outubro e particular já retornou.

Consulte a lista por estado (Foto: Guetty Images)

Goiás: as atividades para a rede estadual e municipal seguem sem previsão de retorno e apenas seis instituições particulares conseguiram reabrir

Maranhão: as atividades para a rede estadual e municipal ainda seguem sem previsão, e a particular já retornou

Minas Gerais: as atividades para a rede estadual irão retornar em 7 de outubro, e a municipal e particular ainda não possuem previsão

Mato Grosso: as atividades para a rede estadual seguem sem previsão, a municipal possui retorno para o dia 11 de outubro e a particular já retornou

Mato Grosso do Sul: as atividades para a rede estadual e municipal possuem previsão de retorno para o dia 8 de outubro e a particular já retornou

Pará: as atividades para a rede estadual retornaram na segunda-feira, 5 de outubro, para alunos do 3º ano do ensino médio e na rede municipal e particular já houve a volta às aulas presenciais

Paraíba: as atividades para a rede estadual, municipal e particular seguem sem previsão de retorno, com exceção da volta para o dia 13 de outubro, nas duas últimas modalidades, para o ensino médio

Pernambuco: as atividades para a rede estadual seguem sem previsão de retorno (com exceção do ensino médio no dia 6 de outubro). Para a rede municipal não há uma data estabelecida e na particular apenas para o ensino médio, no dia 6 de outubro

Piauí: as atividades para a rede estadual podem voltar no dia 19 de outubro, na municipal segue sem previsão e na particular algumas instituições podem reabrir no dia 7 de outubro

Paraná: as atividades para a rede estadual, municipal e particular seguem sem previsão de retorno

Rio de Janeiro: as atividades para a rede estadual estão previstas para outubro, mas ainda sem data, a municipal ainda não há previsão e a particular já retornou

Rio Grande do Norte: as atividades para a rede estadual não voltam em 2020, a municipal pode retornar em 30 de outubro e a particular já voltou

Fique por dentro das atualizações (Foto: iStock)

Rondônia: as atividades para a rede estadual, municipal e particular voltam em 3 de novembro

Roraima: as atividades para a rede estadual, municipal e particular (presenciais e remoto na rede pública) seguem sem previsão de retorno

Rio Grande do Sul: as atividades para a rede estadual voltam em 20 de outubro, e a municipal e particular retornaram em 5 de outubro

Santa Catarina: as atividades para a rede estadual, municipal e particular podem retornar em 13 de outubro

Sergipe: as atividades para a rede estadual, municipal e particular seguem sem previsão de retorno

São Paulo: as atividades para a rede estadual, municipal e particular estão previstas para retornar em 7 de outubro

Tocantins: as atividades para a rede estadual, municipal e particular seguem sem previsão de retorno

Documento de volta às aulas de Sociedade Brasileira de Pediatria

Muitos pais estão ansiosos para a retomada das aulas presenciais, afinal, ter que cuidar das tarefas domésticas, administrar as aulas online e ainda cumprir o horário do home office não é nada fácil. Mas você já parou para pensar como será a rotina quando as aulas voltarem a ser presenciais? A Sociedade Brasileira de Pediatria antecipou algumas recomendações a respeito da volta às escolas.

“Estamos olhando a questão educacional de forma abrangente, considerando o impacto da pandemia sobre o processo de aprendizagem e os caminhos para a retomada, que deverá acontecer em algum momento”, afirma a dra. Luciana Rodrigues Silva, presidente da SBP. “Nossa tarefa é orientar os pediatras, levando informação qualificada, para que possam apoiar os pais e seus pacientes nesse desafio. As escolas precisam preparar o retorno com antecedência, observando questões técnicas muito importantes”.

SBP cria documento a respeito da volta às aulas (Foto: Getty Images)

Unindo a área educacional com as necessidades para manter a saúde, a SBP estabeleceu um roteiro que aponta soluções ao desafio de manter a atividade escolar em meio à pandemia. As dicas foram reunidas em dois documentos, divulgados por eles nesta semana. Neles, além de  reforçar as melhores práticas enquanto as crianças cumprem a jornada escolar à distância, a entidade oferece ferramental para que as escolas possam planejar e organizar com antecedência a volta às escolas.

Preparada pelos Departamentos Científicos de Imunizações e Infectologia, a nota de alerta “COVID-19 e a volta às aulas” destaca um conjunto de premissas a serem observadas. Entre elas, destaca-se a importância de pais e professores buscarem informação qualificada sobre a COVID-19 e a recomendação de que crianças e profissionais da educação, se doentes, não frequentem a escola.

A entidade também sugere que a escola amplie a oferta de locais para a lavagem das mãos, assim como o provimento de água, sabão e álcool em gel e que aumente a frequência da higienização de espaços e superfícies. A SBP aponta que deve ser dada preferência às atividades ao ar livre e que as escolas devem propiciar ambientes arejados, mantendo as janelas abertas

-Publicidade-