Rio de Janeiro anuncia volta às aulas na rede municipal: saiba quando vai ser, formato e como vai funcionar

O retorno acontecerá em duas etapas para a rede pública municipal e foi explicada pelo secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha

Resumo da Notícia

  • Veja a data para o retorno da rede municipal do Rio de Janeiro
  • A volta às aulas será dividida em duas etapas
  • Entenda como irá funcionar

Nesta quarta-feira, 27 de janeiro, a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que a volta às aulas na rede municipal acontecerá de forma remota e será no dia 8 de fevereiro. Foi explicado ainda que o retorno acontecerá em duas etapas: em um primeiro momento, os alunos irão receber livros e apostilas para fazer exercícios em casa, com correção feita posteriormente.

-Publicidade-
A prefeitura pretende lançar um aplicativo para os estudantes (Foto: Shutterstock)

Já duas semanas depois desse período, a Prefeitura do Rio de Janeiro pretende lançar um aplicativo para possibilitar as aulas ao vivo para os estudantes. Pensando ainda no grande número de alunos sem internet em casa, o governo irá disponibilizar pacotes de dados com 1GB por mês para 680 mil estudantes terem acesso aos materiais didáticos da ferramenta.

Em 24 de fevereiro, as unidades de ensino poderão receber os alunos de forma presencial. Vale lembrar que o retorno será gradual, até o dia 24 de março. Em um primeiro mês, é esperado que todos os alunos da pré-escola ao 9º ano do ensino fundamental já tenham ido às salas de aula com turnos de até três horas por dia. Vale lembrar que o retorno é facultativo.

Em um primeiro momento, o retorno será remoto (Foto: Shutterstock)

De acordo com Renan Ferreirinha, secretário municipal de educação do Rio de Janeiro, os profissionais de educação serão os próximos a serem vacinados depois dos idosos. Para que os alunos tenham acesso aos materiais online, a Prefeitura irá criar “ilhas de conexão”. “Usaremos um aplicativo único que será um guarda-chuva: o aplicativo Rio Educa, que será dividido em duas frentes; o Rio educa em casa e o Rio Educa na TV, que disponibilizará na TV aulas para todos os anos e interação ao vivo na TV. Estamos procurando ilhas de conexão para receber alunos com segurança”, concluiu.