Rio de Janeiro aumenta tempo de isolamento e divulga nova data para fim da quarentena

O prefeito da cidade, Marcelo Crivella, afirmou em entrevista coletiva que será necessário expandir o período, mas que o prazo poderá sofrer alterações

Resumo da Notícia

  • Marcelo Crivella estabeleceu uma nova data para o fim do isolamento na cidade
  • Um novo hospital campanha será aberto no Rio de Janeiro
  • Um voo, que virá da China, irá trazer novos equipamentos para a área da saúde
  • A data ainda poderá ser alterada
Ele reforçou a importância das medidas de prevenção (Foto: Getty Images)

Na tarde da última terça-feira, 28 de abril, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou que irá aumentar o tempo de isolamento social no município. A cidade, que está adotando as medidas desde o dia 24 de março, restringiu o funcionamento das escolas e parte do comércio até o dia 30 de abril, mas voltou atrás.

-Publicidade-

Durante uma entrevista coletiva na Cidade das Artes, Zona Oeste do Rio de Janeiro, ele afirmou que o novo decreto será estendido por mais um mês. “Com o hospital de campanha (do Riocentro, que será parcialmente aberto na sexta-feira) em pleno funcionamento, creio que as nossas curvas vão cair. Caindo as curvas, as atividades voltam normalmente. Mas não será agora, no dia 30. Vamos renovar o prazo e continuar com o isolamento social”, explicou segundo informações do Extra.

A data para o fim da quarentena ainda poderá ser alterada (Foto: Getty Images)

Após o pronunciamento, Marcelo foi questionado por quanto tempo ocorrerá a quarentena, e ele falou que seria “o mesmo período da anterior”. A assessoria do prefeito confirmou a informação ao jornal, mas ressaltou que o isolamento poderá ser alterado a partir das circunstâncias.

-Publicidade-

Sobre o hospital de campanha,  serão disponibilizados 100 leitos, sendo 20 deles de UTI. De acordo com o prefeito, dois voos chegarão no Brasil entre 4 e 6 de maio e irão trazer mais de 160 toneladas de equipamentos da China. Inclusive, 300 respiradores, 400 monitores e 70 carrinhos de anestesia. No próximo fim de semana, entre 2 e 3 de maio, aviões do Vale do Rio Doce irão trazer 20 respiradores e 40 monitores.