Rompimento de barragem na Bahia após chuvas fortes obriga famílias a deixarem local

Neste sábado, 25 de dezembro, a barragem de Iguá não suportou a força da água. Autoridades locais pediram que a população próxima ao local saísse da região

Resumo da Notícia

  • As fortes chuvas na Bahia ocasionaram o rompimento de uma barragem na região
  • Com isso, os moradores perto do local, precisaram deixar a região
  • As autoridades deram algumas informações até o momento

Neste sábado, 25 de dezembro, aconteceu o rompimento de uma barragem em Itambé, após fortes chuvas atingirem o estado da Bahia. O evento aconteceu a noite e, até o momento, de acordo com a UOL, não foram informadas nenhuma morte, ferido ou pessoas gravemente feridas.

-Publicidade-
Barragem de Iguá se rompe na Bahia
Barragem de Iguá se rompe na Bahia (Foto: reprodução/Twitter/@Lindasod)

A prefeitura da região se pronunciou no Instagram e mandou um recado para a população: “Todos os moradores devem evacuar as margens do rio Verruga com urgência”. A barragem de Iguá não suportou o aumento no nível dos rios da região causado pelos temporais nos últimos tempos.

Ainda para o portal UOL, Sheila Lemos, prefeita de Vitória da Conquista, uma das cidades próximas ao local, afirmou que todos os moradores que estavam perto do rio foram evacuados. Em entrevista para jornalistas Rui Castro, governador da Bahia também falou sobre a situação, afirmando que ao menos 300 pessoas foram evacuadas nas 20 cidades que sofreram os impactos das enchentes.

Chuvas fortes na Bahia fazem famílias sair do local
Chuvas fortes na Bahia fazem famílias sair do local (Foto: reprodução/Twitter/@andersongtorres)

As chuvas estão causando estragos na região desde novembro. Autoridades da defesa civil disseram que 66 cidades se encontram em situação de emergência. Já a prefeitura de Salvador emitiu um alerta máximo, uma vez que a expectativa é que as chuvas se mantenham ainda neste domingo, 26 de dezembro.

Segundo a CNN Brasil, por conta das chuvas, mais de 4 mil pessoas estão desabrigadas na Bahia, além de 17 vítimas fatais.