Samara Felippo aproveita o domingo ao lado dos filhos e de Giselle Iitié

A atriz, Samara Felippo, compartilhou registros passeando com a amiga Giselle Itié e filhos na tarde do último domingo

Resumo da Notícia

  • Samara Felippo publicou fotos do passeio com a amiga e filhos
  • Ela mostrou as filhas tomando sorvete
  • Recentemente ela também falou sobre ataques racistas que as filhas sofreram na internet

Neste último domingo (7), a atriz, Samara Felippo usou as redes sociais para compartilhar um registro ao lado da amiga, Giselle Itié, em um passeio com os filha, Alicia, fruto do relacionamento de Samara com o ex-jogador de basquete Leandrinho Barbosa. E Lara e Pedro Luna, de Giselle com Gulherme Winter.

-Publicidade-

Durante o passeio, ela mostrou um vídeo de Pedro brincando no balanço, sendo empurrado pela amiga e tocando suas mãos sempre que se aproximava da câmera.

Pedro Luna no balanço
Pedro Luna no balanço (Foto: Reprodução / Instagram / @sfelippo)

A artista compartilhou alguns momentos com os seguidores no perfil do Instagram e registrou também compartilhou clique das meninas, aproveitando o passeio e tomando um sorvete juntas.

Lara e Alicia tomando sorvete
Lara e Alicia tomando sorvete (Foto: Reprodução / Instagram / @sfelippo)

Ataques racistas

Recentemente, Samara compartilhou também ataques racistas que as filhas sofreram nas redes sociais. Ela publicou prints de uma internauta xingando o cabelo cacheado das meninas, falando que elas deveriam alisá-lo e que ele era “horroroso”.

Uma internauta atacou as filhas de Samara
Uma internauta atacou as filhas de Samara (Foto: Reprodução/ Instagram)

Diante da situação, Samara se pronunciou – e ainda convidou pais e seguidores para refletirem sobre a importância da luta antirracista. “GATILHO‼️ Leiam o texto! Olhem essas frases, como bate em você? Não quero linchamento, apenas reflexão. Não adianta você simplesmente dizer q não é racista. É preciso pensar e agir”, começou ela.

“Imaginem quantas crianças pretas sofrem todos os dias, deixam de estudar, machucam seu coro cabeludo pra alisarem os cabelos, se odeiam e crescem cheias de dores e traumas. Comecei meu trabalho como ativista nas redes sociais sem saber nada, comecei meio que num baque de ódio por minha filha querer alisar o cabelo aos 7 anos pra se encaixar na turminha de amigas brancas da escola”, relembrou ela.

A mulher xingou as meninas
A mulher xingou as meninas (Foto: Reprodução/ Instagram)

E ainda continuou, “Fui me desconstruindo a cada dia, a cada descoberta e uma delas foi o quanto cresci racista. Nessa reeducação, fui procurando, estudando e aplicando em casa com minhas filhas. Mas você branco não precisa ser pai ou mãe de uma criança preta para começar a agir”.

Samara ainda aproveitou o espaço para falar da importância de representatividade desde cedo na vida das crianças. “Acredito q existem muitas formas de combater o racismo, a 1º é nomear, RACISMO, ele existe e é um fato, a 2º é brancos reconhecerem seus PRIVILÉGIOS e a 3º pra mim, dentro da minha história é a REPRESENTATIVIDADE positiva, não só para crianças pretas se reconhecerem e entenderem que seus cabelos, traços e raizes são sinônimos de beleza mas para que crianças brancas cresçam com a normalização de corpos pretos ocupando espaços relevantes, de destaque por toda a sociedade. E na minha jornada os cabelos foram o que mais me ajudou a elevar a autoestima, a sensação de pertencimento e empoderamento das minhas filhas. É muito significativo o que o cabelo representa na ancestralidade de uma criança preta”, disse.

A mulher pedia que as crianças alisassem o cabelo cacheado
A mulher pedia que as crianças alisassem o cabelo cacheado (Foto: Reprodução/ Instagram)

E, enfim, reflete, “Essas não são as primeiras e nem serão as últimas frases que lerei ou que elas terão que lidar. Fica aqui minha reflexão pra vc branco que me segue: Como reconhece e o que faz numa situação racista? A escola de seus filhos tem uma educação antirracista? O q você acha que ainda reproduz mergulhado dentro da sua bolha branca?”. Samara é mãe de Alice e Lara.