Sandy fala sobre deixar filho brincar com bonecas: “A gente não coloca nenhuma restrição”

A cantora comentou sobre o assunto e falou um pouco sobre a educação que ela e o marido, Lucas Lima, dão ao Theo

Resumo da Notícia

  • Sandy fala sobre deixar filhos brincar com bonecas
  • A cantora comentou sobre o assunto e falou um pouco sobre a educação que ela e o marido dão ao filho
  • Ela explicou que quer que o menino tenha liberdade
  • Sandy é mãe de Theo, do relacionamento com Lucas Lima

Sandy falou sobre a criação do filho, Theo, fruto do relacionamento com Lucas Lima. Em entrevista com Amaury Junior, a cantora contou sobre os brinquedos do filho e o que ele gosta de fazer. Ao falar sobre os brinquedos, ela comentou que a família busca não colocar nenhuma restrição nas escolhas do filho.

-Publicidade-

“Ele brinca com bonecas e bonecos e carrinhos e trenzinhos e bola e não sei o que… Ele brinca com tudo e a gente não coloca nenhuma restrição para ele, porque na nossa concepção não existe isso de brinquedo de menino e brinquedo de menina. A gente está criando ele para não ser uma pessoa machista, sexista, preconceituosa, enfim, uma pessoa com uma cabeça muito fechada, né? A gente quer que ele tenha muita liberdade para ser o que ele for quando crescer, ou na infância mesmo”, começou ela, contando.

Sandy fala sobre deixar filho brincar com bonecas: “A gente não coloca nenhuma restrição” (Foto: reprodução / Instagram @sandyoficial)

Em seguida, ela falou sobre uma publicação que o marido, Lucas Lima, fez nas redes sociais. Na foto, é possível ver os pés dele com uma boneca da Elsa, de Frozen, ao lado e, ao compartilhar, ele falou sobre a bagunça do filho. “O post do Lucas foi uma coisa muito natural. Ele não imaginou que pudesse ter reações assim, ou muito negativas ou muito elogiosas, como se fosse uma grande coisa a gente permitir que nosso filho brinque com bonecas assim, né?”, contou.

Sandy completou respondendo comentários de algumas pessoas que a questionaram o que eles pensaram se o filho fosse gay. “Não teria problema nenhum afinal, somos todos iguais, somos todos irmãos!”, completou, falando sobre a educação que dá para o filho.