São Paulo entra na fase amarela e diminui restrições em bares, comércios e restaurantes

Em entrevista coletiva, novas medidas foram anunciadas a partir da reclassificação do Plano São Paulo nesta sexta-feira, 5 de fevereiro

Resumo da Notícia

  • Acompanha as medidas da fase amarela
  • O funcionamento de comércios poderá ser estendido por 12 horas de funcionamento
  • Apenas uma região regrediu para a fase vermelha

Nesta sexta-feira, 5 de fevereiro, o governador do estado de São Paulo, João Doria, em coletiva de imprensa no início da tarde, anunciou uma flexibilização no Plano São Paulo. A cidade, que estava na fase laranja, irá para a fase amarela, permitindo um maior tempo aberto para comércios e restaurantes, além do consumo local em bares.

-Publicidade-
Regiões e suas fases no Plano São Paulo (Foto: reprodução / video / YouTube)

Paulo Menezes, coordenador do centro de contingência do Covid-19 fez um alerta para que continuemos com toda a responsabilidade “para reduzir a transmissão do vírus”. Já João Gabbardo, coordenador executivo do centro de contingência Covid-19, disse que “felizmente boa parte das regiões tiveram reduções no número de internações. A partir destes indicadores, foi possível a mudança para a fase amarela”.

Patricia Ellen, secretaria de desenvolvimento econômico, confirmou as melhorias dos indicadores do Plano São Paulo. Na fase amarela estão: Grande São Paulo, Campinas, Registro, Baixada Santista, Presidente Prudente e Araçatuba. Desse forma, os setores ganham mais 2 horas de funcionamento, avançando para as 22 horas, com ocupação de 40% e 12 horas de funcionamento durante este período. A venda de bebidas alcoólicas será permitida apenas até as 20h. “Temos um avanço, mas também uma grande responsabilidade”.

As regiões de Marília, Sorocaba, Taubaté, São João da Boa Vista, Ribeirão Preto, Barretos e São José do Rio Preto estão na fase laranja. Apenas Araraquara regrediu, saindo da fase laranja e entrando na vermelha. Até o momento, a ocupação de leitos de UTI Covid no estado de São Paulo está em 67,4%.

Vacinação em São Paulo

Como uma alternativa para evitar aglomerações nos postos de saúde, o site Vacina Já permite o pré-cadastro para a imunização. Na próxima segunda-feira, 8 de fevereiro, o estado passa a vacinar idosos acima de 90 anos. Nesta sexta-feira, 5 de fevereiro, Bruno Covas já antecipou a vacinação na cidade. Vale lembrar que é obrigatório a apresentação de um documento com foto para a imunização.