São Paulo inicia vacinação para crianças contra poliomielite: veja como vai funcionar

Nesta segunda-feira, 5 de outubro, começou a Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus que causa paralisia infantil e campanha multi-vacinação, que terão fim no dia 30 deste mês

Resumo da Notícia

  • Nesta segunda-feira, 5 de outubro, se iniciou a Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite no estado de São Paulo
  • Também ocorrerá campanha multi-vacinação durante o mês de outubro, com fim no dia 30 do mês
  • Todos os postos estão abertos das 8 horas às 17 horas e é obrigação para as crianças de 1 a 4 anos

A Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite teve esta segunda-feira, 5 de outubro, como o primeiro dia da vacinação contra o vírus que pode causar a paralisia. Segundo a Jovem Pan, também foi iniciada hoje a campanha multi-vacinação que seguirá durante todo o mês, tendo fim no dia 30 de outubro.

-Publicidade-

O governo de São Paulo tem a intenção de que as crianças e adolescentes dos 0 aos 14 anos tomem a vacina, com foco nos menores de 5 anos contra a paralisia infantil. Não só, mas para que os jovens de 14 anos atualizem a carteira de vacinação, tendo em vista que com a pandemia algumas das doses possam não ter sido tomadas.

Fique de olho no calendário e mantenha a carteirinha em dia (Foto: Getty Images)

Segundo a Dra. Helena Sato, coordenadora do programa de imunizações, além da vacina contra poliomielite tem outras 14 vacinas que podem ser tomadas. Ela ainda garantiu que já é seguro vacinar os filhos, mesmo em tempos de quarentena. Ela ainda reforçou que para crianças entre 1 e 4 anos a vacina de poliomielite “é obrigação”.

-Publicidade-

Segundo a doutora todos os procedimentos de segurança contra a Covid-19 estão sendo realizados e ainda lembrou a todos que por ser um centro médico deve-se tomar ainda mais cuidado e sempre lavar as mãos ao chegar em casa. O objetivo é chegar em cerca de 95% das pessoas vacinadas contra a doença. “Infelizmente a cobertura em média hoje no nosso estado está em torno de 80% a 85%”, reforçou Helena.

Todos os postos estão abertos das 8 horas às 17 horas, e vale lembrar que são cerca de 5 mil postos de saúde onde as pessoas podem tomar a vacina e atualizar as carteiras de vacinação, deve-se levar tanto ela quanto o cartão do SUS.

-Publicidade-