São Paulo vai distribuir 3,5 milhões de kits para as crianças estudarem em casa: saiba quem pode pegar

O Governo também disponibilizou aulas online através de apps e programas de televisão. Os materiais físicos serão retirados nas escolas por meio de escalonamento

Resumo da Notícia

  • Governo de São Paulo disponibiliza 3,5 milhões de kits para ensino à distância
  • Os kits contém material pedagógico e orientações aos pais
  • Além dos kits, o governo também criou dois apps e uma plataforma online de ensino
  • Veja como acessá-los
Estudo à distância (Foto: GettyImages)

Para que todos os alunos consigam continuar o ano letivo durante a quarentena, o Governo de São Paulo irá entregar 3,5 milhões de kits com material pedagógico e de orientação para período de aulas em casa. O material garantirá que aqueles alunos que não tenham acesso à internet também consigam estudar neste período.

-Publicidade-

De acordo com o anúncio feito pelo governador João Doria nesta quinta, 16 de abril, os kits contém apostilas de matemática e língua portuguesa, gibis da Turma da Mônica, livros paradidáticos e manual de orientações às famílias e do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP).

Além de garantir que os alunos continuem estudando, o material contempla também informações aos pais e responsáveis sobre como estudar em casa durante o período de suspensão das aulas presenciais. Segundo a assessoria do Governo do Estado de São Paulo, com as cartilhas, os pais poderão ajudar os filhos independente da escolaridade. “O objetivo é ajudar famílias e alunos durante este período, para que sigam aprendendo mesmo em casa e se mantenham motivados a estudar”, disse o Secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares.

-Publicidade-

O material será entregue a partir do dia 27 de abril para os 3,5 milhões de alunos matriculados na rede estadual de São Paulo. Além dos alunos das redes estaduais, alunos de mais de 470 redes municipais do Estado também receberão o manual de orientação aos pais.

Os kits serão disponibilizados nas escolas e os alunos deverão retirá-los de forma escalonada, para que não haja aglomerações. As ordens e dias de retirada serão organizados pela pelas Seduc e Diretorias de Ensino. Para os alunos que moram em áreas rurais, os materiais serão entregues por meio do transporte escolar.

Os estudantes que tiverem acesso à internet poderão contar também com aulas ao vivo, vídeoaulas e outros conteúdos pedagógicos. O conteúdo está disponível por meio da plataforma Centro de Mídias da Educação de SP (CMSP).

O aplicativo do Centro de Mídias SP já está disponível para os sistemas Android e IOS. Para ter acesso, estudantes e professores da rede estadual terão de fazer o login com os mesmos dados usados na Secretaria Escolar Digital (SED). A partir da próxima semana também estará disponível um segundo aplicativo para download, o CMSP Educação Infantil e Anos Iniciais, com conteúdo exclusivo para essas etapas de ensino.

Além das plataformas, o conteúdo das aulas também serão transmitidos pela TV Cultura, TV Univesp e TV Educação. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo também fechou parcerias com as principais operadoras de telefonia para que os alunos e professores consigam ter acesso às aulas sem precisar utilizar os pacotes de internet pessoais.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-