Saxofonista André Paganelli é encontrado morto aos 49 anos

O músico era considerado um dos melhores saxofonistas brasileiros e recebeu diversos prêmios ao longo da carreira

Resumo da Notícia

  • André Paganelli, renomado saxofonista brasileiro, morreu ao 49 anos;
  • O músico lutava contra a depressão e acabou cometendo suicídio;
  • O saxofonista fez parte dos membros votantes do Grammy Latino;

O prestigiado saxofonista André Paganelli foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira, 19 de janeiro. Paganelli lutava contra uma depressão e acabou tirando a própria vida.

-Publicidade-

Durante a carreira, o músico recebeu muito prestígio e foi honrado com indicações ao Troféu Talento e o Grammy Latino. Ele também foi um dos membros votantes do Grammy Latino, da Ordem dos Músicos do Brasil e da Associação Brasileira de Regentes Arranjadores e Músicos.

O saxofonista foi autor do livro “Verdadeiros Adoradores”, um material dedicado a pastores, líderes, músicos e adoradores da fé em geral.

André trabalhou no Los Angeles Police Department como Oficial 1o Tenente ◽ Capelão 1082
André trabalhou no Los Angeles Police Department como Oficial 1o Tenente ◽ Capelão 1082 (Foto: Reprodução/Instagram @andrepaganelli)

Além de saxofonista, Paganelli foi pastor da Igreja Batista e bacharel em Teologia formado pelo Seminário Bíblico Palavra da Vida (Atibaia, SP) e mestrando Teologia com ênfase em Escatologia pela Cohen University & Theological Seminary (Los Angeles, CA, EUA).

Colegas de trabalho e cantores como Jeanne Mascarenhas e Soraya Morais se manifestaram nas redes sociais e prestaram condolências a família de André.