Scheila Carvalho comemora o aniversário da filha com festa e diz que não dá presente caro

Em publicação nas redes sociais, a dançarina fez questão de comemorar com uma linda homenagem seguida de uma declaração de amor à menina, que completou 11 anos de idade

Resumo da Notícia

  • Scheila Carvalho e Tony Salles comemoraram o aniversário de 11 anos da filha, Giullia
  • Em publicação nas redes sociais, ela fez questão de celebrar a data com uma linda homenagem
  • A família fez uma festa de aniversário em Salvador com um pequeno grupo de convidados
   

Scheila Carvalho, de 47 anos, e o marido Tony Salles, de 40 anos, comemoraram na segunda-feira, 21 de junho, o aniversário da filha, Giullia.

-Publicidade-
Scheila e Tony estão muito orgulhos de Giullia (Foto: reprodução/Instagram @scheilacarvalhooficial)

Em publicação nas redes sociais, ela fez questão de comemorar com uma linda homenagem seguida de uma declaração de amor à menina, que completou 11 anos de idade.

“Feliz aniversário, filha!! Muita saúde para você realizar todos os seus sonhos! Te amamos infinitamente!”, escreveu a dançarina ao compartilhar os registros da festa.

(Foto: Reprodução/ Instagram @scheilacarvalhooficial)

A família fez uma festa de aniversário em Salvador com um pequeno grupo de convidados por conta da pandemia de Covid-19. Em outra foto, o casal aparece dando um “beijo-sanduíche” na menina durante a festa, que reuniu um pequeno grupo de convidados por conta da pandemia de covid-19.

Tony também demonstrou seu afeto pela filha. “Nós agradecemos a Deus todos os dias pela sua vida e saúde. Nosso amor por você é infinito. Celebrar sua vida e saúde hoje em meio a esse momento tão triste que estamos vivendo é algo muito especial e de Deus. Te amamos sem fim. Saúde e muita sabedoria daqui pra frente minha eterna ‘pequena Giullia’. Papai e mamãe te amam.”

Sem presentes caros

Em fevereiro deste ano, a dançarina também falou sobre a educação da filha e que evita dar presentes caros para Giullia. Em entrevista à Quem, ela explicou que quer passar bons hábitos para a menina e não incentivar o consumismo. “Quando ela era pequenininha, sempre que voltava de viagem trazia um presente para ela. Mãe de primeira viagem… Acabava fazendo isso para suprir a ausência. A maternidade vem sem manual. Teve uma vez em que cheguei em casa e ela já estendeu a mão, falando: ‘cadê meu presente?’. Foi a partir dali que mudei. Falei que eu traria presente quando desse. O mais importante era que eu tinha voltado e não o presente que traria a cada volta”, diz.

Scheila também disse que não dá presentes caros para a filha. “Não dou presente caro. A amiga ganhou um iPhone e ela: ‘ai, eu não tenho’. Vai continuar não tendo. Eu sou assim. Quando você estudar, trabalhar, juntar seu dinheiro, beleza. Tudo o que a gente ganha fácil, a gente não dá o devido valor”, explica.