Sete pessoas da mesma família morrem após deslizamento em Paraty

Chuvas fortes causaram um deslizamento na comunidade costeira de Ponta Negra, em Paraty e deixaram diversas vítimas

Resumo da Notícia

  • Sete pessoas da mesma família morreram no deslizamento em Paraty
  • O deslizamento ocorreu na comunidade costeira de Ponta Negra
  • Desde quinta-feira (31), já choveu mais de 300 mm em Paraty

Subiu para sete o número de pessoas da mesma família que morreram após um deslizamento de terra na comunidade costeira de Ponta Negra, em Paraty, segundo informações da Defesa Civil. Uma criança sobreviveu. As vítimas são mãe e seus seis filhos. A mulher foi identificada como Lucimar de Jesus Campos e as crianças são João, 2, Estevão, 5, Yasmim, 8, Jasmin, 10, Luciano, 15, e Lucimara, 16.

-Publicidade-

Apenas um menino, Dorquel, foi resgatado com vida e encaminhado a um hospital de Praia Brava. Um primo de Lucimar conversou com a reportagem do UOL: “É como se a gente tivesse morrido também”. Há outras quatro pessoas feridas, de outras famílias, mas sem gravidade. As informações mais recentes indicam que o deslizamento em Ponta Negra atingiu sete casas.

O deslizamento em Paraty deixou diversas vítimas
O deslizamento em Paraty deixou diversas vítimas (Foto: Reprodução/YouTube)

Desde quinta-feira (31), já choveu mais de 300 mm em Paraty. Uma moradora de Paraty está sem conseguir voltar para casa desde a noite de quinta-feira (31) devido aos deslizamentos que ocorreram na Rio-Santos (BR 101). A vendedora e empreendedora Ana Mara Lopes, 36, deixou a cidade com destino a Ubatuba (SP) para fazer um curso e precisou passar a madrugada de sexta-feira na estrada.

“Ficamos presos no carro, tinha outros veículos na mesma situação na estrada. Era muita chuva e vento. Foi uma situação caótica. Fiquei de 22h de quinta às 15h de sexta com risco de cair mais alguma barreira na gente”. Na sexta, Ana Mara retornou com o marido para Ubatuba e por conta das interdições ainda não voltou para casa.