Shantal Verdelho fala sobre laboratório que vazou exame de gravidez: “Não estava preparada”

Influencer, que já é mãe de Pippo, fruto do casamento com Mateus Verdelho, também contou detalhes de como descobriu a segunda gestação: “Fiz uns 30 testes”

Resumo da Notícia

  • Shantal contou detalhes como descobriu a segunda gestação
  • A influencer disse que um funcionário do laboratório vazou o teste de gestação
  • Ela já é mãe de Pippo, fruto do casamento com Mateus Verdelho

Nesta quinta-feira, 11 de fevereiro, Shantal Verdelho usou o Instagram, após anunciar a segunda gestação, para explicar para os seguidores como tudo aconteceu. A influencer já é mãe de Pippo, fruto do casamento com Mateus Verdelho.

-Publicidade-
Shantal e Mateus Verdelho são pais de Pippo (Foto: Reprodução/Instagram @shantal)

Shantal contou que para conseguir engravidar do primeiro filho, ela passou por algumas dificuldades por cerca de 2 anos. Porém, essa gestação veio de maneira mais simples e ágil do que ela poderia imaginar. “Ano passado, quando eu dizia que só queria engravidar em 2021 era verdade. Fomos no médico antes porque acho importante ir fazer todos os exames e ver como está tudo. O médico me avaliou com síndrome de ovário policístico, o que fez todo sentido, já que a minha menstruação sempre atrasa uns 10 dias. Eu e Mateus não temos nada além disso e eu demorei 2 anos pra engravidar [da primeira vez]”, começou.

A influencer conta que pensou em começar a ovulação, mas ficou receosa com as possibilidades. “Decidimos que esse ano [2021] estimularíamos a ovulação na minha primeira ovulação do ano. Mas fiquei meio assim, porque tem uma probabilidade maior de vir gêmeos e uma micro possibilidade do feto ter má formação”, continuou.

Em dezembro de 2020, ela tentou engravidar naturalmente. Com a orientação médica, ela fez o teste de farmácia pra controlar a ovulação: “Tinha que ficar mulher embaixo e homem em cima [durante a relação], e ficar deitada por 20 minutos depois. Na noite do Réveillon fui pra praia, bebi como sempre bebo e passei um pouco mal. Achei estranho e fiquei com isso na cabeça. No dia 31 de dezembro, percebi um pouco de sangue no papel higiênico, depois parou. No dia 2 de janeiro me toquei que [o sangramento leve] podia ser da nidação“, disse.

“Não botava fé em engravidar de primeira, sendo que demorei dois anos pra engravidar do primeiro filho, mas tava com vários sintomas da gestação. O bico do meu peito tava um pouco escuro…”, disse ela, sobre o momento que ela juntou os pontos e resolveu fazer um teste.

“Fiz uns 30 testes. Alguns davam negativos, outros a tirinha ficavam mais fortes e depois um pouco mais fracas. Comecei a entrar em pânico achando que tava perdendo o bebê ou que não estava grávida mesmo. Tenho muito medo em início de gestação, tenho medo de perder. Tinha acabado de ver várias amigas minhas perdendo bebê e só conseguia pensar nisso. Fiquei apavorada”, continuou.

Então, ao voltar para São Paulo, Shantal fez o exame beta HCG num laboratório que não teve o nome divulgado. A influencer conta que apesar da alegria do positivo oficial, ela passou por uma situação complicada com uma funcionária do local, que acabou divulgando indevidamente o resultado dos exames.

“Uma abençoada do laboratório mandou meu exame pros perfis de fofoca do Instagram. Fui sozinha fazer o exame justamente pra ser discreto, porque o Mateus chama atenção nos lugares. Tava numa fase morrendo de medo e, além de ter todas essas preocupações e do enjoo, tive o baque de saber que o laboratório vazou meu exame. Me causou um dano. Eu não estava preparada emocionalmente pra divulgar minha gravidez ainda porque estava morrendo de medo, e o laboratório apenas me pediu desculpas”, disse.

Por fim, ela celebra a gestação rápida. “Enfim, foi assim que engravidei. Foi uma bênção, muito mais rápido do que eu imaginava, foi mágico até. Nunca pensei que seria essa pessoa que engravidou no primeiro mês que tentou.  Queria dar pra todas as tentantes essa esperança de que, às vezes, quando a gente menos espera, as coisas acontecem”, finalizou.