Soldado reencontra “crianças” que salvou durante a Segunda Guerra Mundial 77 anos depois

O momento só foi possível graças à ajuda da filha dele e de um jornalista

Resumo da Notícia

  • Soldado reencontra irmãos que salvou durante a Segunda Guerra Mundial 77 anos depois
  • O momento só foi possível graças à ajuda da filha dele e de um jornalista
  • O reencontro aconteceu a partir de uma foto

Nunca é tarde demais! O ex-soldado Martin Adler, de 97 anos, viajou até Bolonha, norte da Itália, em agosto deste ano, para finalmente realizar o desejo de reencontrar os irmãos italianos que ele salvou durante a Segunda Guerra Mundial. O reencontro só se tornou possível graça à filha de Martin, que compartilhou uma foto antiga, de todos reunidos, nas redes sociais e contou a história deles. Um jornalista italiano encontrou a publicação, se interessou por ela e topou ajudar.

-Publicidade-
Soldado reencontra “crianças” que salvou durante a Segunda Guerra Mundial 77 anos depois (Foto: Getty Images)

O jornalista em questão, que é especializado em guerra, conseguiu identificar o regimento e a localização de Martin na época por um detalhe na foto. A partir daí, conseguiu encontrar os irmãos e colocá-los em contato com Martin, como apontado pelo G1.

A história por trás da foto

Martin Adler salvou os quatro irmãos durante a Segunda Guerra Mundial, em 1944. Tudo aconteceu na cidade de Cassano di Monterenzio, ao sul de Bolonha, quando os países aliados (Estados Unidos, França, Inglaterra e União Soviética) faziam uma ofensiva na região.

Os soltados estavam procurando por militares alemães quando viram uma caçamba se mexer. Imediatamente, se prepararam para atirar contra ela, pensando se tratar de algum alemão escondido. Martin e outro soldado estavam com a arma apontada quando uma mulher desesperada surgiu na frente deles e começou a gritar “bambini”, que é criança em alemão. Duas meninas e um menino pularam, assustados, de dentro do esconderijo. Era, na verdade, um berço protegido com vime pela mãe quando viu a ação dos militares.

Marin logo abaixou a arma e pediu que o companheiro fizesse o mesmo. Emocionado com o momento, ele logo tirou uma foto com as crianças para eternizá-lo. Desde então, depois do final da guerra, ele buscou por esses irmãos, a fim de reencontrá-los para ver como estavam. Foi então que, 77 anos depois, o reencontro finalmente se fez possível!