SP Acolhe: benefício vai ajudar financeiramente famílias que perderam parentes para a covid-19

Com o objetivo de auxiliar famílias durante a pandemia, o benefício será oferecido entre julho e dezembro deste ano, com parcelas de R$ 300

Resumo da Notícia

  • Serão oferecidas parcelas de R$ 300 reais para as famílias que tiveram perdas pela covid-19
  • O benefício completo será no valor de R$ 1,8 mil
  • Para se inscrever, é necessário ter cadastro no CadÚnico e ter a renda familiar de até 3 salários mínimos

O governador do estado de São Paulo, João Doria, lançou o programa “SP acolhe”, que tem o objetivo de ajudar financeiramente famílias que perderam, pelo menos, uma pessoa de seu núcleo para a covid-19. Serão pagos mensalmente R$ 300 e o benefício fará parte do Bolsa do Povo.

-Publicidade-

“É um programa inédito no Brasil, que vai atender até dezembro famílias que tiveram seus entes perdidos para a COVID-19”, explica Doria. As famílias precisam estar inscritas no CadÚnico e receber até três salários mínimos. Os familiares podem ser pai, mãe, avô, avó, filho, filha ou outro parente, desde que a perda tenha ocorrido dentro do núcleo familiar.

(Foto: Freepik)

Vale lembrar ainda que o programa considera todos os núcleos familiares, exceto a unifamiliar (de apenas uma pessoa). Serão beneficiadas 11.026 famílias em todo o estado de São Paulo, até dezembro de 2021, com o valor total de R$ 1,8 mil.

“Esta é mais uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo para o enfrentamento dos desafios impostos pela pandemia de COVID-19, amparando a população em maior fragilidade social”, concluiu a Secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.