Mãe que teve 16 perdas gestacionais descobre durante sonho que teria gêmeos

Durante um sonho, o falecido avô de Emma White lhe disse que ela ainda estava grávida, apesar das várias perdas que ela passou em suas gestações

Resumo da Notícia

  • Emma White teve 16 perdas gestacionais durante 20 anos;
  • A mulher, mãe de uma menina de 12 anos, teve um fenômeno raríssimo;
  • Apesar das perdas, a britânica teve seu final feliz!

Uma mulher que sofreu 16 abortos espontâneos em 20 anos, sendo o último de quadrigêmeos, contou como foi a sensação de descobrir que estava grávida de gêmeos depois que seu falecido avô lhe contou a novidade durante um sonho.

-Publicidade-

Emma White, de 38 anos, é mãe de Mollie Rose, de 12 anos, e depois do nascimento da menina, ela decidiu nunca mais tentar, para evitar mais decepções. No entanto, seu atual marido Joe White, 41, a convenceu de tentar novamente aumentar a família.

“Eu conheci Joe e ele me disse imediatamente que queria filhos. Eu disse a ele que não. Mas então cerca de duas semanas depois eu estava tão feliz, apaixonada e confortável que tudo que eu conseguia pensar era me dar bebês!”, contou ao The Mirror UK.

Emma e Joe persistiram e não quiseram desistir do sonho de aumentar a família
Emma e Joe persistiram e não quiseram desistir do sonho de aumentar a família (Foto: Reprodução/The Mirror)

Durante as tentativas, Emma perdeu três filhos, todos eles com nove semanas. No entanto, em 2020, Emma descobriu que havia engravidado naturalmente de quatro bebês, após abortar de uma gravidez ectópica [quando um óvulo fertilizado se implanta fora do útero] e realizar uma cirurgia para retirar uma das trompas de falópio.

No entanto, com 9 semanas de gestação, a britânica sentiu algo cair durante um forte sangramento e sabia que havia perdido seus filhos. Logo depois do ocorrido, ela teve um sonho em que seu falecido avô, David, que dizia que dois bebês ainda estavam em seu ventre.

Síndrome do gêmeo desaparecido

Emma foi às pressas para o Liverpool Women’s Hospital e lá foi informada de que seus quadrigêmeos – dois pares de gêmeos idênticos – haviam sofrido uma condição chamada “síndrome do gêmeo desaparecido”

A condição acontece quando um de um conjunto de gêmeos morre no útero e os embriões são normalmente reabsorvidos pelo corpo. No caso de Emma, ​​ela havia perdido um de cada par de gêmeos idênticos – deixando-a com dois gêmeos não idênticos.

Emma e Joe finalmente experimentaram a alegria de terem bebês
Emma e Joe finalmente experimentaram a alegria de terem bebês (Foto: Reprodução/The Mirror)

Descrevendo o restante de sua gravidez como “incrivelmente tranquila”, ela teve o parto induzido com 37 semanas e deu à luz Aurora Azalea e Ophelia Lili, em 2 de outubro de 2021, no Liverpool Women’s Hospital.

“Adoro ser mãe de gêmeos. Não é para todos, mas aprecio todos os dias. Ainda parece um milagre, mesmo agora que as meninas têm três meses. Eu só quero que todas as mulheres saibam que não há vergonha nisso. Há tantas de nós sofrendo, pensando que somos feitas, aterrorizadas toda vez que engravidamos. Espero que minha história possa dar alguma esperança”, finalizou.