Suspeito alugou terreno no ano em que Madeleine desapareceu, diz vizinho

Christian Bruckner, de 43 anos, é acusado de ter sequestrado a garota, desaparecida desde 2007

Resumo da Notícia

  • Madeleine tinha três anos quando desapareceu de um apartamento na Praia da Luz, em maio de 2017
  • O proprietário do  terreno disse que o suspeito Christian Bruckner chegou lá no ano em que Madeleine desapareceu
  • Christian Bruckner foi revelado como o principal suspeito do caso Madeleine McCann em junho

Nesta quarta-feira, 29 de julho, foi confirmado que o principal suspeito no caso Madeleine McCann alugou o terreno que está sendo revistado pela polícia na Alemanha. O proprietário do  terreno disse que o suspeito Christian Bruckner chegou lá no ano em que Madeleine desapareceu.

-Publicidade-
O caso ocorreu em 2007 (Foto: Getty Images)

Os promotores alemães disseram que a busca no local, perto de Hannover, está relacionada à investigação de Christian B, teve foi acusado de crimes sexual atualmente preso na Alemanha. A investigação no terreno começou esta última na segunda-feira, 27 de julho e devem continuar até esta quarta-feira, 29 de julho.

Polícia coleta evidências em terreno em Hanover, na Alemanha (Foto: Reprodução / REUTERS)

Madeleine tinha três anos quando desapareceu de um apartamento na Praia da Luz, no Algarve,na noite de 3 de maio de 2007, enquanto seus pais estavam com amigos em um bar de tapas nas proximidades. O homem cujo terreno é vizinho do que está sendo revistado disse à BBC que Christian Bruckner alugou a propriedade por alguns meses no ano em que Madeleine desapareceu.

-Publicidade-
Segundo vizinho, Christian B alugou terreno (Foto: Reprodução / REUTERS)

O homem disse que Christian B chegou na primavera ou no verão de 2007 e disse que queria fazer o isolamento térmico de uma pequena cabana, que ficava sobre uma base de concreto e tinha um pequeno porão embaixo. O vizinho saiu de férias em julho de 2007. Quando voltou, em agosto, a estrutura havia sido removida e ele nunca mais viu o suspeito.

Relembre o Caso

Em maio de 2007, Madeleine McCann passava férias com a família na Praia da Luz, em Portugal, quando desapareceu do quarto onde dormia. Os pais, que são ingleses, dizem que deixaram a menina descansando no apartamento enquanto jantavam com amigos num restaurante a poucos metros de distância. Quando voltaram para checar se estava tudo bem, a menina já não estava mais no quarto. Na época, Madeleine tinha 3 anos de idade.

Nos últimos anos, a polícia portuguesa investigou vários suspeitos, mas sem chegar a nenhuma pista que pudesse indicar o paradeiro da menina. O caso teve tanta repercussão que em 2019 ganhou uma série na Netflix.

Os pais não perderam as esperanças de reencontrar a filha (Foto: reprodução / The Sun)

Christian Bruckner foi revelado como o principal suspeito do caso Madeleine McCann em junho, quando as polícias da Alemanha e do Reino Unido fizeram um novo pedido de ajuda por informações sobre dois veículos que pertenciam ao alemão.

Acredita-se que o homem de 43 anos tenha estado na área em que Madeleine foi vista pela última vez em férias no Algarve, sul de Portugal. Segundo a polícia, ele morou regularmente no Algarve entre 1995 e 2007 e chegou a trabalhar na região, inclusive em restaurantes, mas também cometeu furtos em hotéis e usou drogas. Anteriormente, os promotores alemães haviam dito que tinham evidências que levam a acreditar que Christian B está envolvido no caso Madeleine, mas não são fortes o suficiente para levá-lo ao tribunal.

-Publicidade-