Suspeito de incendiar escola particular no interior de São Paulo é preso

A escola estava vazia no momento em que tudo aconteceu. Justamente por isso, ninguém além do suspeito foi ferido

Resumo da Notícia

  • Suspeito de incendiar escola particular no interior de São Paulo é preso
  • O fogo destruiu a secretaria e uma sala de aula
  • A escola estava vazia no momento em que tudo aconteceu
  • Ninguém além do suspeito foi ferido

Um homem suspeito de incendiar uma escola particular na madrugada desta quinta-feira, 19 de agosto, em Itaporanga, interior de São Paulo, foi preso pela polícia. De acordo com informações dos bombeiros dadas ao G1, as chamas destruíram a secretaria da escola e uma sala de aula. A Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Sorocaba informou que o suspeito foi preso depois de dar entrada com queimaduras no Hospital Regional de Sorocaba.

-Publicidade-
Suspeito de colocar fogo em escola é preso (Foto: Gustavo Onilde/Arquivo pessoal/ reprodução G1)

Conforme dito pela polícia, o homem foi encontrado graças ao trabalho de agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), por meio do trabalho de inteligência policial. O suspeito ficou com o corpo todo queimado, devido a uma explosão que aconteceu durante o incêndio.

Essa explosão também culminou na quebra de vidros e queda de um portão, conforme apontado pelos Bombeiros. Apesar dos estragos, eles ressaltaram que não tinha ninguém na escola no momento do ataque, além do criminoso. Justamente por isso, ninguém saiu ferido, a não ser ele.

Ninguém foi ferido durante o incêndio (Foto: Gustavo Onilde/Arquivo pessoal/ reprodução G1)

O suspeito está atualmente no hospital, para receber os cuidados médicos e foi preso em flagrante. A polícia afirmou que o motivo do crime teria sido desavenças comerciais, mas o caso seguirá em julgamento.