Família

Taciele Alcolea mostra que não é fácil chegar em casa depois da maternidade

Você se identifica? Listamos 6 dicas de pediatras que vão te ajudar a lidar com essa nova fase

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: reprodução do Instagram)

(Foto: reprodução do Instagram)

Taciele Alcolea deu à luz a sua primeira filha, Alícia, na última sexta-feira (11). A youtuber contou em sua conta no Instagram como o parto foi difícil e apesar de ter ficado mais de 24 horas em trabalho de parto, deu tudo certo no final com a cesariana.

Nesta quarta-feira (16), a nova mãe publicou uma foto um tanto engraçada no Instagram mostrando como a rotina de pais de primeira não é fácil. “De tudo que já aprendemos juntos nesses 12 anos essa sem duvidas está sendo a experiência mais deliciosa e divertida, obrigada Alicia por nos escolher como pais, estaremos sempre aqui pra te encher de AMOR”, escreveu Taciele. A imagem já tem mais de 200 mil curtidas!

Temos algumas dicas para você que assim como ela também acabou de chegar com o bebê em casa. São dicas de pediatras para lidar com esses ótimos, e terríveis ao mesmo tempo, primeiros dias do seu filho.

1. Seu bebê está muito mais alerta após as primeiras 48 horas. Enquanto você estiver no hospital, o bebê ainda estará muito sonolento.

“Após um parto normal, você provavelmente vai ir para casa depois de dois dias e, de repente, o bebê vai acordar, perceber que ele deixou o útero, e que está com muita fome”, ressalta Brown. “Muitas vezes é um verdadeiro choque para os novos pais. O bebê era muito calmo no hospital e de repente ele está acordado e chorando, mas não há mais o conforto de enfermeiros e pessoas especializadas ao seu redor”.

2. A alimentação do bebê não pode ser espaçada com três horas de intervalo

Você leu provavelmente que o seu bebê deve comer cerca de oito vezes dentro de um período de 24 horas. O que muitos dos novos pais não sabem é que essas oito mamadas nem sempre são uniformemente espalhadas por todo o dia (e noite). Ao invés disso, o bebê pode agrupar os momentos para se alimentar. O bebê se alimenta várias vezes com algumas pausas curtas, e pode, em seguida, aguentar um período mais longo antes da próxima refeição”, explica Brown.

É muito cedo para se preocupar com horários. Pode alimentar o bebê sempre que ele tiver fome. “Se você está amamentando, suprir o recém-nascido com a livre demanda pode garantir as oito mamadas diárias”, acrescenta Brown.

3. Um pouco de icterícia é ok

Não é o ideal para fotos de recém-nascidos, mas não é necessariamente algo para preocupar. “Todos os recém-nascidos podem ficar um pouco amarelados por cerca de 3 a 4 dias de vida”, diz Brown. “Isso é normal, um produto do corpo pigmentado chamado bilirrubina não está sendo efetivamente eliminados através das fezes. Os bebês podem não estar comendo muito durante os primeiros dias de vida, de modo que eles não estão fazendo muito cocô”. Como resultado, a bilirrubina pode acumular-se na pele e fazer com que ele fique ligeiramente amarelado .

O seu bebê deve começar a comer mais frequentemente em torno do quarto ou quinto dia de vida. A preocupação se justificará se o seu bebê começar a ficar com o olhar amarelado no primeiro ou segundo dia de vida, se ele nasceu prematuro ou se a icterícia se tornar significante em outras partes do corpo, especialmente nas pernas e pés. “Se seu bebê se transformar em uma abóbora no caminho de casa para o hospital, o pediatra precisa ser