Taís Araújo fala sobre quarentena em família: “Pensei até na guarda-compartilhada”

A atriz contou em entrevista para a Época que mesmo a quarentena não tendo sido só momentos bons, ela é grata por ter conseguido conhecer os filhos verdadeiramente

Resumo da Notícia

  • Taís Araújo contou que apesar dos desafios da quarentena a oportunidade de conhecer os filhos verdadeiramente valeu muito
  • A atriz ainda disse que pensou em se separar de Lázaro Ramos durante a pandemia
  • A famosa adicionou que pensou até na guarda-compartilhada

A quarentena para os pais pode ser visto como um momento exaustivo, no entanto, segundo a UOL, Taís Araújo escolheu olhar pelo outro lado da moeda e agradeceu pela oportunidade de passar tanto tempo ao lado dos pequenos, coisa que antes da quarentena não conseguiria de forma alguma. Casada com Lázaro Ramos, o casal tem dois filhos, João Vicente, de 9 anos e Maria Antônia, de 5.

-Publicidade-

A atriz contou que em tempos antes da pandemia ela passava muito tempo fora de casa por causa do trabalho e também para manter um casamento saudável. “A gente era um casal que namorava, saía para jantar, tomar um vinho, ir ao cinema. Minha mãe ficava com as crianças duas vezes na semana. Isso acabou”, revelou. Apesar do isolamento ter sido desafiador ele também trouxe coisas positivas.

Taís Araújo com a caçula Maria Antônia (Foto: Reprodução / Instagram @taisdeverdade)

“Claro que foi cansativo, desafiador, não foram só momentos bons. Mas, cara, tive a chance de conhecer meus filhos. Conhecer verdadeiramente. E isso tem um valor. Nem nossos pais tiveram essa oportunidade de perceber tão de perto: ‘Como posso ajudar essa criança?’. Ou: ‘Me ajuda a ajudar essa criança’. Ou ainda: ‘Essa criança me ajuda’. Entender quais são os desafios de cada um”, completou.

-Publicidade-

O casamento e a quarentena

Taís Araújo assumiu que estava considerando seriamente separação do Lázaro Ramos. “Já estava até vendo casa para morar, imaginando eu e meus filhos, guarda compartilhada (risos). Pensei nisso? Pensei mesmo! Em como seria nossa vida. E também em ‘será que vou bancar essa?’. Casal com filho na quarentena real, sem nenhum funcionário… Estava difícil mesmo. Não era um desejo real de querer separar, era o de ter um tempo para mim”, explicou em entrevista à revista Época.

“Não era um desejo real de querer separar, era o de ter um tempo para mim” (Foto: Reprodução/ Instagram)

O casamento voltou a ficar bom, segundo a atriz, quando eles começaram a gravar o episódio da série Amor e Sorte. “Foi fundamental voltar a trabalhar junto, nos reconectou. ‘Amor e sorte’ deu uma salvada real e o ‘Superbonita’ também”, concluiu.

-Publicidade-