Família

Tata Fersoza conversa com Karina Bacchi e desabafa sobre as dificuldades ser mãe de dois

A apresentadora tem uma nova série chamada #SuperMães

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Karina e Tata falaram sobre família e maternidade (Foto: Reprodução/Youtube Karina Bacchi)

 

Tata Fersoza, mãe de Melinda e Theodoro, deu uma entrevista para Karina Bacchi, mãe de Enrico. As duas falaram sobre maternidade, sobre família e até sobre planos para o futuro. A gravação é para a série #SuperMães para o canal do Youtube de Karina.

Karina começou a entrevista elogiando a relação que Tata tem com o marido e filhos. E a esposa de Michel Teló faz questão de explicar como é que as coisas funcionam. “Não é a família perfeita, porque todo mundo tem suas dificuldades. Mas a gente tenta lidar com as coisas com muito carinho e amor”.

“Não existe família perfeita, existe aquela família que a gente idealiza, aquela família que a gente que muito que dê certo, onde todo mundo se respeita, todo mundo se ama, se admira e se ajuda“, diz Tata.

Tata Fersoza explica o que ele vê como família perfeita (Foto: Reprodução/Instagram @tatafersoza)

Mãe de dois?

Sobre descobrir que estava grávida só depois de três meses de vida da Melinda ela falou das preocupações que teve. “A gente queria muito, sim, ter outro bebê perto. O Michel falava que ia ser muito legal, perto do aniversário de um ano dela já teria outro nascendo. Mas eu falei, pera aí, não vai dar certo. Só que de repente a gente parou e se olhou e decidiu que também não ia evitar”.

“E mesmo ela sendo muito pequeninha quando a gente descobriu, foi perfeito. Eu não consigo me imaginar sem o Theodoro. Eu não me imagino mãe de uma. Eu não consigo lidar com um nenê, eu sei lidar com dois. E hoje eles estão muito grudados, muito amigos, muito companheiros. Se o Theo acorda primeiro ele fica: ‘Melinda? Melinda? Cadê a Melinda?’ e vice-versa”.

“Como amar o segundo filho? Eu sempre pensei nisso, sempre tive essa preocupação. Porque no primeiro filho é tanto amor, tanta preocupação. E eu pensava: como vai ser isso? Será que eu vou amar desse tanto? E é! É o dobro, é o triplo! E quadruplica aquele amor e você sente exatamente as mesmas coisas”.

Diferenças 

Além de falar sobre a preocupação com os sentimentos, ela também comentou, comparou e analisou os comportamentos, personalidades e atitudes dos filhos. Karina pediu para definir o que ela sente pelos filhos e também os próprio em uma só palavra e ela foi bem honesta:

“É o mesmo sentimento, é a mesma emoção. É muito difícil. Eu sei que, por exemplo a Melinda é um doce, mas ela tem a personalidade forte. Você vê isso e vê que ela sabe te levar, ela sabe te conquistar e fazer o jogo. É bem dominadora, mas ao mesmo tempo tem um olhar muito doce. É extremamente carismática”.

E o Theodoro é mais como o pai, mais flexível. Ele é mais boa praça, ele dá risada de tudo, ele leva as coisas super numa boa. E é um bebezão. Se joga no colo, quando ele tá com sono, ele deita no chão e fica rolando e a gente olha pra ele e ele caí na gargalhada. Ele tem essa leveza.

Leia também: 

Tatá Fersoza posta vídeo de Melinda de bailarina depois de ser muito criticada 

Será? Thaís Fersoza dá indícios de que está grávida de novo

Tatá Fersoza posta foto da festa surpresa que ganhou da família e todo mundo está elogiando