Tatá Werneck mostra barriga um ano após dar à luz Clara Maria em foto

Atriz usou o Instagram para compartilhar uma foto em que mostra a barriga após o nascimento da primeira filha, fruto da relação com o ator Rafael Vitti

Resumo da Notícia

  • Tatá Werneck compartilhou uma foto em que aparece a barriga um ano após o nascimento da primeira filha
  • Clara Maria é fruto da relação com o ator Rafael Vitti
  • Sempre com um bom humor, ela posou de top e calça de ginástica em casa

Nesta quinta-feira, 04 de novembro, Tatá Werneck usou o Instagram para compartilhar uma foto em que aparece a barriga um ano após o nascimento da primeira filha, Clara Maria, fruto da relação com o ator Rafael Vitti. Em uma foto sincera, a humorista posou com a barriga de fora.

-Publicidade-
Clara Maria é a primeira filha do casal (Foto: reprodução / Instagram @tatawerneck)

Sempre com um bom humor, ela posou de top e calça de ginástica em casa. “Selfie no elevador. De quem não tem elevador”, brincou a atriz na legenda dos Stories.

A apresentadora já havia falado sobre as mudanças no corpo após a gestação. Na ocasião, ela contou há alguns meses que havia engordado 22 quilos na gestação, já no pós-parto ela relatou que havia perdido 15 quilos. Tatá também contou que acabou ficando com estrias na barriga.

-Publicidade-

“Eu achei que fosse menos (as mudanças no corpo), mas engordei 22 quilos ou mais. Já perdi 15. Minha barriga ficou com estrias, meu peito caiu. Eu sinceramente nunca liguei muito para isso. Não tive crise não. Mas entendo que algumas mulheres tenham porque têm esse direito! Galera acha que não se pode reclamar de nada só porque tem bebê”, disse a humorista na época.

Confira a imagem abaixo:

Tatá Werneck mostra a barriga em foto sincera um ano após o parto (Foto: Reprodução / Instagram / @tatawerneck)

 Desafios da maternidade

Recentemente, durante uma live no Instagram, Tatá Wernecke Gisele Bündchen tiveram conversa descontraída, mas essencial. Segundo à UOL, as artistas falaram de maternidade e comentaram sobre as dificuldades que enfrentaram durante o período, experiências e opiniões.

As artistas falaram de maternidade (Foto: Reprodução / Instagram @gisele @tatawerneck)

Apresentadora falou sobre a romantização da gravidez. “Sempre ouvi coisas boas sobre estar grávida, mas eu passei por dificuldades e me senti muito solitária”, contou Tatá. “Eu tinha uma visão muito romântica sobre gravidez e comecei a me culpar muito por não estar bem. Nunca tinha visto relato de mulheres parecidos com o que vivi. Passei nove meses vomitando, vomitava de 30 à 40 vezes por dia, vomitava até na cara do Rafa”, brincou ela, sem perder o bom humor.

Tatá aproveitou para elogiar o marido, Rafael Vitti, por dividir igualmente as responsabilidades da filha, Clara Maria. “Ele é um pai muito bom, não tenho do que reclamar. Ele sempre teve uma visão de ‘é uma tarefa dos dois, não é isso de ajudar, é tão sua filha quanto minha’ e sempre fez muito. Eu dei muita sorte”, afirmou ela.

Gisele também falou das dificuldades que teve com a maternidade, principalmente com o primeiro filho, Benjamin, de quase 11 anos. A modelo falou sobre o momento de superproteção com o filho, que ou a prejudicar a própria saúde e agradeceu a ajuda da mãe na época.

“É tanta responsabilidade que você se perde. Eu não conheço uma mulher que não tenha essa fase de mãe que esquece que tem um outro ser dentro de você. Que você não é só mãe, é ser humano com necessidades”, afirmou. “Eu parecia uma leoa, eu não queria que ninguém encostasse no meu filho. Se minha mãe não tivesse passado um mês comigo eu não teria dormido. Ela foi um anjo no céu. Ela tirava o bebê de mim para eu dormir pelo menos três horas seguidas”, disse ela.