Temperatura mínima bate novo recorde em São Paulo: termômetros marcam menos de 5ºC

O menor registro havia sido em 2016, de acordo com CGE. A zona sul da capital paulista chegou a atingir a marca impressionante de 2ºC negativos!

Resumo da Notícia

  • A madrugada desta sexta-feira, 30 de julho, bateu recorde de baixas temperaturas na cidade de São Paulo
  • A menor temperatura até então havia sido registrada em 2016, com 3,5 ºC
  • Marsilac, na extrema zona sul da cidade, chegou a marcar 2ºC negativos!
  • Especialistas afirmam que a massa de ar fria que atinge a região tende a prolongar dias ainda mais gelados, mesmo que ensolarados

Que frio! Principalmente na madrugada desta sexta-feira, 30 de julho. Isso porque, na cidade de São Paulo, os termômetros bateram recordes de baixa temperatura – e atingiram a impressionante marca de 2ºC negativos em Marsilac, zona Sul da capital.

-Publicidade-

De acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), a menor temperatura registrada até então havia sido em 2016, com 3,5ºC. O último recorde de frio registrado ainda este ano foi no dia 20 de julho, quando as temperaturas atingiram 5,4 ºC.

Os dias serão gelados em São Paulo (Foto: Freepik)

Por causa da massa de ar fria que atinge a região paulistana, a tendência é uma extensão nos dias gelados, mesmo que ensolarados. “O ar frio polar só deve começar a perder a força a partir do início da próxima semana, quando as temperaturas se elevam gradativamente”, confirma nota oficial do CGE.

A cidade de São Paulo está em estado de alerta desde a última quarta-feira, 28 de julho, por causa das baixas temperaturas. Além disso, a gestão de Ricardo Nunes na prefeitura está adotando medidas para acolher moradores de rua durante o inverno.