Temperatura negativas marcam madrugada de frente fria em São Paulo

Os termômetros da capital paulista chegaram a registrar recorde de frio na última segunda-feira, 19 de julho. A manhã desta terça ainda foi a mais fria do ano

Resumo da Notícia

  • A madrugada da última segunda-feira, 19 de julho, assustou os moradores da capital paulista após marcar temperaturas negativas
  • São Paulo vive uma frente fria que, nesta manhã, ainda marcou recorde de frio
  • O sul do país também passa por temperaturas baixíssimas
  • Engenheiro Marsilac foi o bairro que registrou o menor número

A madrugada desta segunda-feira, 19 de julho, assustou os moradores de São Paulo. Isso porque a chegada da frente fria marcou temperaturas negativas pela capital paulista, e fez com que a manhã desta terça-feira registrasse o maior frio do ano: 5,4ºC, de acordo com o Centro de Gerenciamento Emergências Climáticas (CGE).

-Publicidade-

De acordo com o meteorologista do Climatempo, Filipe Pungirum, em conversa com a CNN Brasil, essa queda brusca de temperaturas se deve a chegada de uma massa de ar frio e seco que adentra o território Centro-Sul brasileiro. Ainda de acordo com as suas informações, esse é um frio que não veio para durar muito tempo.

Uma massa de ar frio e seco predomina e, por isso, as temperaturas caíram durante a noite, nós ficamos sem nebulosidade e quando não temos esse cobertor de nuvens, o calor se perde”, explicou. “As temperaturas vão subir gradualmente ao longo da semana, essa é a tendência. A máxima de hoje [em SP] é de 18ºC. Amanhã, por exemplo, a mínima é de 6ºC e a máxima é de 23ºC. Já no final de semana, a mínima será de 10ºC e a máxima de 23ºC”, sinalizou, ainda.

As temperaturas ainda vão subir, segundo especialistas (Foto: Getty Images)

O bairro que registro a menor temperatura em toda a capital paulista foi o Engenheiro Marsilac, na zona Sul da cidade: -2,3ºC. Até agora, a menor mínima havia sido no dia 30 de junho, com uma marcação de o,1ºC também em Engenheiro Marsilac, e 5,7ºC de média em São Paulo.

“A massa de ar seco tem essa característica” relembrou ainda Filipe, “Temperaturas mínimas mais baixas e temperaturas máximas mais altas com grandes distâncias entre elas”. No sul, o município de General Carneiro, no Paraná, foi o que mais chamou a atenção, com termômetros marcando -5,7ºC.