Terremoto mais forte em 140 anos tira a vida de pai e filho e faz outras vítimas na Croácia 

O pais foi atingido nesta terça-feira pelo tremor. O epicentro aconteceu em Petrinja, que fica a 50km da capital

Resumo da Notícia

  • Um terremoto atingiu a Croácia nesta terça-feira
  • O fenômeno foi o mais forte nos últimos 140 anos
  • As buscas continuam no local

Nesta terça-feira (29), um terremoto atingiu a Croácia. Foi o mais forte em 140 anos, resultando em pelo menos seis mortes, mais de 20 feridos, e casas destruídas. De acordo com o Centro Sismológico Europeu-Mediterrâneo, a magnitude foi de 6,4.

-Publicidade-
O terremoto teve magnitude de 6,4 (Foto: reprodução/Reuters)

A proporção chegou a ultrapassar o terremoto de 5,3 que passou em Zagreb, em março . O epicentro aconteceu em Petrinja, que fica a 50km da capital da Croácia, Zagreb. Algumas filmagens mostraram o caos e destroços depois da tragédia.

Uma menina de 13 anos faleceu em Petrinja, em decorrência do acontecimento, assim como o pai e um filho na cidade de Glina, de acordo com o vice-primeiro-ministro, Tomo Medved e da agência de notícias Hina. Ao total até o momento, são seis vítimas fatais.

O chefe dos serviços médicos de emergência nas proximidades da cidade de Sisak, Tomislav Fabijanic, falou sobre a situação das vítimas: “Existem fraturas, há concussões e algumas tiveram que ser operadas”.

As buscas ainda continuam no local (Foto: reprodução/Reuters)

O primeiro-ministro Andrej Plenkovic contou que as instalações de Petrinja foram tão danificadas que ficaram inutilizáveis. A polícia informou que ao menos 20 pessoas ficaram levemente feridas e outras 6 apresentaram ferimentos mais graves. As buscas nos escombros continuam,