Thaila Ayala conta que o filho de 7 meses já quer correr: “Não aceita mais colo”

O filho de Thaila Ayala e Renato Góes não está querendo mais colo. Com apenas sete meses o garoto já quer correr sozinho

Resumo da Notícia

  • Thaila Ayala mostrou momento ao lado do filho nas redes
  • Joaquim é filho da atriz com o ator Renato Góes
  • O garoto de apenas 7 meses já está querendo andar sozinho

Thaila Ayala contou que o filho, Francisco, de sete meses, não está querendo mais ficar no colo, e sim, andar sozinho. O garoto é fruto do relacionamento entre a atriz e o ator Renato Góes. Nesta sexta-feira, 15 de julho, a mãe de Francisco compartilhou um vídeo do filho estava tentando correr sem ajuda de ninguém.

-Publicidade-

Ela se impressionou com a força de vontade do filho. “Com 5 ele já queria andar agora com 7 quer correr… como faz Brasil pra segurar essa criança que não aceita mais colo, nem carrinho nem cadeirinha”, escreveu a atriz na postagem que compartilhou nas redes sociais.

Os fãs de Thaila e Renato ficaram impressionados com a desenvoltura do menino, principalmente por ter só sete meses. “Ele já está muito esperto”, escreveu um internauta. “Um pingo de gente andando! Ele é muito simpático”, disse uma fã. O terceiro escreveu: “Que risada mais gostosa essa do Chico”.

Com quantos meses o bebê começa a engatinhar?

Para que o seu filho comece a engatinhar, antes de tudo ele precisa desenvolver a musculatura do tronco e do pescoço para que ele fique com o corpo firme o suficiente para sustentar sozinho enquanto se movimenta por aí. Os bebês costumam sentar entre os 4 e 8 meses, quando as células nervosas estão sendo recobertas por uma membrana chamada mielina e o pescoço finalmente vai ser capaz de sustentar o peso da cabeça. A partir dos 4 meses, você pode segurar o bebê pelas axilas, quando ele está no seu colo.

Após aprender a se sentar sozinho, os braços e o tronco começam a ganhar mais firmeza. É importante que, nesse momento do desenvolvimento do seu filho, você esteja por perto e prepare o local onde ele vai começar a tentar se arrastar pelo chão até conseguir engatinhar. Deixe o bebê em um lugar fofo para o caso dele se desequilibrar e supervisione as tentativas dele. “Quanto mais tempo os pais deixarem a criança no chão, melhor. Vale no tatame ou no edredom, sempre possibilitando que ela explore o ambiente”, indica Dr. Claudio.

Quando seu filho começar a demonstrar sinais de que está pronto para começar a rastejar pelo chão da casa ou engatinhar, vale preparar o terreno para que tudo fique mais atrativo e ele se sinta estimulado a se movimentar. Estenda um cobertor no chão e espalhe os brinquedos preferidos do bebê. No momento em que seu filho mostrar que está com as perninhas firmes e começar a tentar ficar de pé, não oferte andadores para ele: especialistas defendem que o uso dele pode ser nocivo para o desenvolvimento, já que nem sempre a musculatura já está preparada para isso.