Tio e tia de aluno são suspeitos de agredir professoras após evento em escola em MG

O caso foi registrado por câmeras de segurança e os dois foram presos logo em seguida

Resumo da Notícia

  • Tio e tia de aluno são suspeitos de agredir professoras após evento em escola em MG
  • O caso foi registrado por câmeras de segurança
  • Os dois foram presos logo em seguida

O tio e a tia de um aluno da Escola Municipal Waldira de Castro, da cidade de Galiléia, a 380 quilômetros de Belo Horizonte, foram presos na segunda-feira, 11 de abril, suspeitos de agredir ao menos cinco funcionárias.

-Publicidade-

Segundo informações do registro policial obtidas pelo jornal R7, o homem, de 24 anos, usou um soco inglês para agredir as funcionárias durante o ataque. O motivo da violência ainda não foi revelado. De acordo com informações da prefeitura, ele e a esposa são tios de um aluno da escola.

Tio e tia de aluno são suspeitos de agredir professoras após evento em escola em MG
Tio e tia de aluno são suspeitos de agredir professoras após evento em escola em MG (Foto: iStock)

O caso teria acontecido, segundo testemunhas, após o término de um evento na escola, quando o homem teria se aproximado da diretora para fazer algumas ameaças. Ele teria tentando enforcar a diretora, com o soco inglês em uma das mãos, mas ela conseguiu escapar e se trancar em uma sala.

Vídeos gravados pelas câmeras de segurança mostram o casal invadindo o local. Segundo o boletim policial, algumas funcionárias tentaram ajudar a diretora, mas também foram agredidas pelo casal com chutes e socos. A violência parou quando uma quinta funcionária se juntou às outras e conseguiu parar o homem.

Depois de tudo que aconteceu, o casal tentou fugir, mas os dois foram pegos pela Polícia Civil e presos. A prefeitura da cidade repudiou a ação em nota e afirmou que as “providências cabíveis já estão sendo tomadas”.