Sete estudantes não resistem ao cair do quarto andar em universidade da Bolívia

Acidente aconteceu na Universidade Pública de El Alto (UPEA) enquanto os alunos aguardavam do lado de fora de uma sala. Outros cinco jovens estão feridos

Resumo da Notícia

  • Sete estudantes não resistiram ao cair do quarto andar de uma universidade na Bolívia nesta terça-feira, 2 de março
  • O acidente aconteceu na Universidade Pública de El Alto (UPEA)
  • Dezenas de estudantes aguardavam do lado de fora de uma sala quando uma grade de metal cedeu

Sete estudantes não resistiram ao cair do quarto andar de uma universidade na Bolívia nesta terça-feira, 2 de março. O acidente aconteceu na Universidade Pública de El Alto (UPEA), onde um grupo de alunos foi convocado para uma assembleia. Enquanto aguardavam o acesso a sala, uma grade de metal onde os jovens estão apoiados cedeu.

-Publicidade-
Oito estudantes caíram do quarto andar de uma universidade boliviana (Foto: Reprodução / YouTube)

Segundo a polícia e informações da agência SWI, outros cincos alunos ficaram gravemente feridos. “Houve três falecidos e cinco foram levados a três hospitais”, afirmou o coronel Leonel Jiménez, chefe da polícia da cidade andina de El Alto, logo após o acidente.

Mais tarde, e com os números apurados, o ministro da saúde, Jayson Auza também se pronunciou sobre o caso e atualizou o número de mortos e feridos. “Neste acidente, sete morreram e cinco se encontram em estado crítico, alguns estabilizando-se” [em hospitais da cidade]. A idade dos estudantes varia de 20 a 24 anos.

-Publicidade-

Vídeos do momento publicados nas redes sociais mostram dezenas de estudantes da UPEA apertados e se empurrando do lado de fora da reunião. Assim que a grade descola, um grupo de alunos cai, enquanto os outros tentam se agarrar aos colegas para se manter no chão. Os oito alunos caíram no térreo da instituição, no piso de cimento. Veja o momento:

Apuração do caso

Eduardo del Castillo, ministro do governo, recomendou que uma investigação sobre o caso fosse aberta e as causas do acidente apuradas. Pelo o que é possível ver nos vídeos que circulam nas redes sociais, muitos estudantes estavam aglomerados e apertados perto do acesso ao local do encontro para assembleia. Após alguns empurrões, a grade de proteção não resistiu e cedeu.

Alguns estudantes caíram do andar para o térreo, no chão de cimento, enquanto outros tentaram desesperadamente se segurar em colegas. Segundo coronel Leonel Jiménez, chefe da polícia da cidade andina de El Alto, uma investigação foi aberta para entender exatamente o que aconteceu. A universidade ainda não falou oficialmente sobre o caso.