Trigêmeos são adotados pelo tio após perderem mãe e pai em menos de seis meses

Tio adota trigêmeos após perderem os pais no período de seis meses

Resumo da Notícia

  • Trigêmeos perdem pais e parentes em menos de seis meses
  • Diante da situação, o tio adotou as crianças
  • Arrecadações foram feitas para ajudar a família financeiramente

No período de seis meses, irmãos trigêmeos perderam a mãe e o pai por um acidente de moto, e tia e a avó infectadas pela Covid-19. Mas sempre há uma luz no fim do túnel! Diante da situação, o tio das crianças resolveu adotá-las para criar com todo amor e carinho.

-Publicidade-

A avó, Dona Valentina, foi a primeira a ficar internada, em março deste ano, na Santa Casa de Votuporanga (SP). Além dela, as filhas, Ana Paula, mãe dos irmãos, de 37 anos e Karina, de 33 anos, também foram contaminadas com a doença. A mãe e as filhas faleceram pouco tempo de diferença uma das outras.

Tio adota sobrinhos trigêmeos
Tio adota sobrinhos trigêmeos (Foto: Reprodução / Correio Braziliense)

Diante da situação, o tio, Douglas do Amaral, de 26 anos, tomou para si a responsabilidade para cuidar dos sobrinhos. Além dos trigêmeos, o jovem também é pai de uma menina de um ano.

“As crianças ainda não têm muita noção do que realmente aconteceu. Eles sabem que a mãe, a tia, a avó e o pai viraram estrelinhas, mas eles acham que um dia eles vão voltar”, disse ele. Ana Paula, também tinha um outro filho de 18 anos, fruto do casamento passado.

O tio tem passado por desafios financeiros, especialmente após a chegada dos trigêmeos. Por conta disso, eles criaram uma vaquinha virtual e já conseguiram arrecadar mais de R$ 239 mil.

Douglas conseguiu firmar, perante a lei, a guarda oficial das crianças. Ele relatou que o dinheiro arrecadado irá ajudar muito nas depesas com os sobrinhos. “Eu não posso nem chorar, parece que minha ficha não caiu ainda, mas eu preciso ser forte para eles, por eles”, desabafou ele sobre a situação.