Trisal do Paraná registra bebê mas não consegue colocar nomes das duas mães na certidão

O nome completo do bebê é Henrique Rizola Marques Queiroz. No momento, o trisal espera pela decisão da Justiça para saber se o nome de Klayse poderá ser incluído na certidão de nascimento como mãe afetiva

Resumo da Notícia

  • Até o momento, o trisal não conseguiu colocar nome das duas mães na certidão de nascimento do bebê
  • O trisal espera pela decisão da Justiça para saber se o nome de Klayse poderá ser incluído na certidão de nascimento como mãe afetiva
  • O bebê nasceu em 10 de julho, no Hospital São Francisco, em Cambé, no Paraná

O trisal teve sucesso ao registrar o bebê com o sobrenome de todos os pais em um cartório em Londrina, no Paraná. No entanto, conforme aponta reportagem do jornal Folha de S. Paulo, eles não conseguiram emitir uma certidão de nascimento com o nome das duas mães. Sendo assim, entraram na Justiça a fim de reverter a situação.

-Publicidade-

O Douglas Queiroz, pai da criança, disse: “Aguardamos a avaliação de psicóloga e assistente social para verificar como funciona a nossa família. é um sistema normal, faz parte da burocracia. Agora, enquanto esperam a decisão judicial, o trisal se divide para cuidar do recém-nascido. “Em três ficam muito fáceis os cuidados, e não sobrecarregamos a Carol [mãe biológica de Henrique”, disse a consultora Kah Marques, ao jornal.

Além disso, ela contou que mesmo sem ter seu nome na certidão de nascimento do bebê, já se considera mãe da criança. “Tive esse exemplo dentro de casa, meu pai foi adotado, então eu vivenciei que sangue não quer dizer nada. Pai e mãe é quem cuida, quem educa, quem apoia”, finalizou.

Nascimento

Em 10 de julho, nasceu no Hospital São Francisco, em Cambé, no Paraná, o filho do trisal de Londrina. O bebê é formado pela arquiteta Maria Carolina Rizola, de 30 anos, pelo bombeiro Douglas Queiroz, de 33, e pela consultora comercial Klayse Marques, de 34. Por meio de uma publicação no Instagram, foram compartilhadas imagens do recém-nascido.

O bebê, chamado Henrique, terá o sobrenome dos três pais. O nome completo será Henrique Rizola Marques Queiroz. No momento, o trisal espera pela decisão da Justiça para saber se o nome de Klayse, que é carinhosamente apelidada Kah, poderá ser incluído na certidão de nascimento como mãe afetiva.

Em um post escrito por Maria Carolina, foi escrito: “Carol. Sobre me sentir amada… Nos últimos meses o sentimento de amor e abandono percorreram minha mente e em vários momento me senti perdida, sem as referências que eu tinha tido até então em toda a minha vida. A verdade é que quanto mais o Henrique crescia dentro de mim e quanto mais eu sentia seus movimentos, mais eu tinha a certeza de que podemos construir o amor com respeito, paz e da forma mais bela que existe”.

Na sequência, disse: “Pra mim, essas fotos representam o maior amor, o amor mais puro, mais sincero…
É indescritível o amor que eu senti nesse momento, e a força que esse amor me deu! Me senti uma guerreira, capaz de qualquer coisa pra lutar pela minha família!”.

Filho de trisal nasceu
Nasceu o filho de Maria Carolina, Douglas Queiroz e Klayse Marques (Foto: Reprodução / Instagram)

Já em outra publicação, dessa vez escrita pela Klayse Marques, foi falado: “Kah. Sobre se sentir acolhido… Não tenho palavras pra descrever o que presenciei naquele lugar. Todas as pessoas que passaram por nós foram extremamente HUMANAS, gentis, cuidadosas e carinhosas. Profissionais incríveis que fizeram desse momento tão único ainda mais especial. Gostaria muito que cada um da equipe que nos ajudou em algum momento se sentissem abraçados por nós. Enfermeiras, pediatras, o pessoal que nos ajudou com a limpeza, alimentação, com o primeiro banho, a primeira fralda… não tenho palavras pra expressar nossa gratidão por tanto carinho, delicadeza e naturalidade com que nos trataram”.

Por fim, Klayse externalizou: “Confesso que uma das nossas preocupações na hora da escolha do hospital era justamente essa, estar em um lugar onde fossemos acolhidos e respeitados”.