Uau! Morador de rua de Goiânia ganha “dia de beleza” e fica irreconhecível

João Coelho Guimarães, de 45 anos, ganhou a repaginada de Alessandro Lobo, proprietário de uma loja de itens masculinos da cidade

Resumo da Notícia

  • João Coelho Guimarães, de 45 anos, ganhou uma repaginada e tanto no último sábado, 12 de dezembro
  • O homem, que vive em situação de rua há anos, ganhou um dia de beleza como presente de um proprietário de uma loja de itens masculinos
  • A ideia da mudança surgiu de Alessandro Lobo, que relata ter sentido um “estalo” ao ver o catador de latas pedindo um barbeador

João Coelho Guimarães, de 45 anos, ganhou uma repaginada e tanto no último sábado, 12 de dezembro. O homem, que vive em situação de rua há anos, ganhou um dia de beleza como presente de um proprietário de uma loja de itens masculinos em Goiânia. A ideia da mudança surgiu de Alessandro Lobo, que relata ter sentido um “estalo” ao ver o catador de latas pedindo um barbeador.

-Publicidade-
João ficou irreconhecível (Foto: Reprodução / Instagram / @alessandrolobo_)

Em entrevista ao G1, o dono da barbearia e loja de alfaiataria conta que já conhecia João há dois meses, e que o homem passava com frequência na frente do estabelecimento, sempre jogando conversa fora e divertindo os funcionários. Foi assim que Alessandro decidiu que iria proporcionar um dia de beleza ao conhecido.

João ficou irreconhecível (Foto: Reprodução / Instagram / @alessandrolobo_)

“Foi espontâneo. Ele passou na porta e estava muito barbudo. Pediu uma lâmina de barbear. Eu já o conheço há uns dois meses, sempre passa aqui. Então, surgiu a ideia de dar um banho de loja nele”, conta o empresário que também tem uma dupla sertaneja.

João ficou irreconhecível (Foto: Reprodução / Instagram / @alessandrolobo_)

Durante o dia, João recebeu o mesmo tratamento que os outros clientes da loja: fez a barba, o cabelo e o bigode, além de ganhar um paletó, três camisas, uma calça e um sapato. Depois de todo o processo, o morador de rua ficou irreconhecível. Alessandro conta que o amigo saiu do estabelecimento muito agradecido. “[Falar sobre isso] me emociona. O cara é igual a nós. Tem cabeça boa”, finaliza.