Ultrassom termina em briga familiar depois de grávida expulsar cunhada da sala de exames

Uma mulher compartilhou no fórum do Reddit como a escolha de quem assistiria o ultrassom causou uma confusão daquelas entre os parentes

Resumo da Notícia

  • Uma mulher compartilhou no fórum do Reddit como o ultrassom da sua gravidez virou uma briga familiar
  • A cunhada quis ocupar o lugar do marido da grávida durante o exame e acabou sendo expulsa pela gestante
  • Os avós paternos não querem conhecer o bebê

Uma mulher compartilhou no fórum do Reddit como o ultrassom da sua gravidez virou uma briga familiar que impedirá o bebê de conhecer os avós e a tia por um bom tempo! A anônima contou que ela estava esperando pela sogra e pelo sogro no aeroporto, quando viu que a cunhada, que não tinha ido nem ao casamento do casal, veio junto. Até aí tudo bem: o problema foi quando a parente quis ocupar o lugar do marido da grávida durante o exame e acabou sendo expulsa pela gestante!

-Publicidade-
A história terminou em briga familiar (Foto: reprodução / Getty Images)

A anônima começa o relato explicando que os sogros estavam muito animados, porque era o primeiro neto deles. O primeiro ultrassom era um momento aguardado por todos e eles marcaram para um final de semana, já que a família morava longe.

“Pegamos meus sogros no aeroporto e, surpresa, minha cunhada também está lá”, escreveu ela. “Ficamos um pouco confusos, pois ela nunca veio nos ver. Durante o jantar, quando conversamos sobre o exame, ela disse que a consulta não poderia ser de manhã, já que ela não queria perder a noite de sono por causa do bebê”, completou.

-Publicidade-

A americana disse que deu risada e contou que o exame seria 7h15 da manhã, e que ela, o marido e os sogros estariam de volta antes da cunhada acordar, já que na sala só podiam entrar 3 convidados. A parente não gostou nada da notícia e ‘me xingou e gritou’, relatou a mãe. Acontece que os pais do marido ficaram do lado da filha e disseram que o futuro pai é quem deveria ficar para a fora da sala de exames.

A discussão acabou com o marido expulsando toda a família de casa e o casal indo sozinho para a consulta. Os avós paternos e a futura tia já disseram que não querem conhecer o bebê e que a grávida tinha dividido a família para sempre. “Isso já aconteceu há mais de um ano e eles ainda se recusam a reconhecer o bebê”, finalizou a mãe.

-Publicidade-