USP oferece bolsas para mães pesquisadoras afetadas pela pandemia

O objetivo do edital é permitir que mães pesquisadoras possam continuar desenvolvendo suas atividades de pesquisa

Resumo da Notícia

  • Na última semana, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo (USP), aprovou um edital;
  • O projeto pretende oferecer 100 bolsas no valor de R$ 685,90, por cinco meses para alunas da universidade com filhos menores de 14 anos.
  • O objetivo do edital é permitir que mães pesquisadoras possam continuar desenvolvendo suas atividades de pesquisa.

Na última semana, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo (USP), aprovou um edital que pretende oferecer 100 bolsas no valor de R$ 685,90, por cinco meses para alunas da universidade com filhos menores de 14 anos. 

-Publicidade-

Além de aperfeiçoar a formação didático-pedagógica das alunas, o objetivo do edital é permitir que mães pesquisadoras que foram prejudicadas pela pandemia possam continuar desenvolvendo suas atividades de pesquisa com qualidade.

USP oferece bolsas para a Pós-graduação (Foto: Freepik)

O pró-reitor de Pós-Graduação, Carlos Gilberto Carlotti Jr, explicou o projeto ao blog da universidade:  “Essa é uma situação muito clara, foi o prejuízo para as atividades das mães pesquisadoras que estão cursando a pós-graduação”. 

-Publicidade-

“Com este edital, queremos que estas pesquisadoras possam receber colaboração diferenciada na sua formação didático-pedagógica, além da contribuição da bolsa. O tempo de dedicação às atividades foi ajustado e espero que os supervisores dos estágios contribuam significativamente com a formação de nossas alunas”, concluiu. 

USP oferece bolsas para a Pós-graduação (Foto: Freepik)

A iniciativa partiu da Associação de Pós-Graduandos (APG) da capital, que observou a situação crítica em que algumas alunas. Logo, criou-se um grupo que entrou em contato com a Pró-Reitoria de Pós-Graduação para expor a urgência da demanda e, em conjunto, encontrar uma solução rápida e viável para auxiliar essas pós-graduandas – pouco tempo depois, o projeto foi aprovado.