Vacina contra coronavírus já tem data prevista de lançamento: GSK e Sanofi fazem união inédita para pesquisas

As empresas farmacêuticas se juntaram para pesquisar substâncias contra o coronavírus e pretendem entregar a vacina pronta no segundo semestre de 2021

Resumo da Notícia

  • Sanofi e GSK se uniram na luta contra o coronavírus
  • As empresas irão produzir vacinas contra a doença
  • As vacinas estão previstas para a segunda metade de 2021
  • Veja como será feita a pesquisa
Vacina contra o coronavírus (Foto: Getty Images)

As empresas Sanofi e GSK anunciaram nesta quinta, 16 de abril, que se uniram pela primeira vez para a elaboração de uma vacina contra o coronavírus

-Publicidade-

A farmacêutica Sanofi contribuirá com o antígeno proteína-S COVID-19, uma tecnologia de recombinação do DNA que tem produzido uma combinação genética exata em proteínas encontradas na superfície do vírus. Com isso, será possível fazer com que os anticorpos presentes no nosso corpo encontrem o vírus mais rápido, agindo de forma mais eficaz sobre ele. 

 

-Publicidade-

Já a companhia farmacêutica GSK irá contribuir com a tecnologia adjuvante. Um adjuvante é uma substância que, ao ser misturada com uma outra reforça sua ação. Neste caso, o adjuvante irá reduzir a quantidade necessária de proteínas, por potencializar a ação, logo será possível fabricar mais vacinas, com menos proteínas, protegendo um número maior de pessoas.

Ou seja, uma empresa trará a tecnologia que fará com que nossos anticorpos acabem com o vírus de forma mais rápida e a outra contribuirá para que não seja necessário um número tão grande de substâncias em cada vacina, tornando possível uma maior fabricação. 

As empresas pretendem iniciar a primeira fase dos testes clínicos na segunda metade de 2020 e, caso forem bem sucedidos, esperam concluir o estudo para que as vacinas já estejam disponíveis na segunda metade de 2021.

“Essa colaboração junta duas das maiores empresas de vacinas do mundo”, disse Emma Walmsley, CEO da GSK. “Ao combinar nossas experiências científicas, tecnologias e capacidades, nós acreditamos que poderemos ajudar a acelerar o esforço global para desenvolvimento de uma vacina que proteja o máximo possível de pessoas da COVID-19”.

“Enquanto o mundo enfrenta essa crise de saúde sem precedentes, é claro que nenhuma companhia pode seguir sozinha. É por isso que a Sanofi continua a complementar sua experiência e recursos com nossos pares, como a GSK, com o objetivo de criar e fornecer quantidades suficientes de vacinas que ajudarão a conter o vírus”, disse Paul Hudson, CEO da Sanofi. 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!