Vacina contra covid-19 para animais é desenvolvida e aprovada na Rússia

O país pretende produzir o imunizante chamado Carnivac-Cov,  em massa, a partir de abril

Resumo da Notícia

  • Nesta quarta-feira, 31 de março, a Rússia aprovou a primeira vacina do mundo contra coronavírus para animais;
  • O país pretende produzir o imunizante chamado Carnivac-Cov,  em massa, a partir de abril e promete 100% de eficácia;
  • Os animais analisados foram gatos, cães, raposas vermelhas e polares e visons.

Nesta quarta-feira, 31 de março, a Rússia aprovou a primeira vacina do mundo contra coronavírus para animais. O país pretende produzir o imunizante chamado Carnivac-Cov,  em massa, a partir de abril e promete 100% de eficácia.

-Publicidade-

A vacina foi desenvolvida pelo Centro Federal de Saúde Animal do país, que pretende vendê-la a empresas de pele. Segundo os especialistas, a vacina funciona apenas para carnívoros. Os animais analisados foram gatos, cães, raposas vermelhas e polares e visons.

Rússia faz vacina anticovi para animais (Foto: Freepik)

“Os ensaios clínicos da Carnivac-Cov, que começaram em outubro do ano passado (…) concluíram que a vacina é segura e altamente eficaz, já que 100% dos animais testados desenvolveram anticorpos”, afirmou Konstantin Savenkov, vice-diretor da agência veterinária e fitossanitária nacional, a Rosselkhoznadzor, em um comunicado.

Na Rússia, segundo a agência, apenas dois casos de infecção em gatos foram registrados até agora, em Moscou e em Tyumen, na Sibéria. Contudo, o representante da Rosselkhoznadzor considera o desenvolvimento da vacina “particularmente importante” – principalmente para animais mais sensíveis ao vírus.

Rússia faz vacina anticovi para animais (Foto: Freepik)

É importante lembrar que a Dinamarca chegou a tirar a vida 15 milhões de visions, porque suspeitaram que os animais fossem portadores e vetores de uma mutação do coronavírus que poderia ser problemática para os humanos.