Vacina contra covid-19 que não utiliza agulha começa a ser testada no Reino Unido

Para aqueles com pavor de agulha a solução está próxima

Resumo da Notícia

  • Dios-CoVax é a nova vacina testada no Reino Unido
  • A vacina não utiliza agulha para a aplicação
  • Cientistas acreditam que a Dios-CoVax pode neutralizar as variantes

Uma vacina inovadora começou a ser testada no Reino Unido, para as pessoas que têm pavor de agulha essa solução vai ser a resposta. É que a Dios-CoVax começou a ser testada em humanos no Reino Unido, o imunizante é aplicado por meio de um jato de ar, que injeta o composto na pele. Além disso, a vacina usa como alvo várias estruturas comuns de coronavírus Beta, e não a proteína spike, que vem sofrendo mutações.

-Publicidade-

Para os cientistas essa é uma resposta promissora para novas variantes do coronavírus e pode proteger contra novas pandemias do vírus.“A resposta das comunidades científica e médica ao desenvolvimento e à entrega das vacinas tem sido incrível, mas, conforme surgem novas variantes e a imunidade começa a diminuir, precisamos de tecnologias mais novas”, disse Jonathan Heeney, professor da Universidade de Cambridge e responsável pelo desenvolvimento da vacina.

Chega de agulhas para aplicar a vacina contra covid-19
Chega de agulhas para aplicar a vacina contra covid-19 (Foto: Reprodução / Freepik)

A Dios-CoVax funciona de uma maneira diferente das vacinas convencionais. Enquanto a maioria desses imunizantes usam a sequência do RNA para atingir a proteína spike do coronavírus, a nova tecnologia usa métodos que codificam os antígenos mais amplos, que aparecem em variados tipos de coronavírus. Dessa forma, a proteção é muito maior também.

Quando aplicada, as células imunológicas do nosso corpo captam o vetor, decodificam o antígeno da vacina e apresentam as informações ao sistema imunológico. É após esse processo que nosso sistema imunológico passa a produzir anticorpos neutralizantes, que bloqueiam a infecção pelo vírus.

Os testes estão sendo feitos pelo NIHR Southampton Clinical Research Facility, e conta com pessoas de 18 a 60 anos saudáveis que estejam dispostas a serem acompanhadas por um período de 12 meses. A aplicação é feita através de um aparelho próprio e não causa dor.