Vacina contra coronavírus pode ser liberada pela Rússia em agosto

O país afirmou que os testes clínicos necessários para provar que a substância é capaz de imunizar a população, já está completo. Veja qual é a expectativa de distribuições da possível cura para pandemia da covid-19

Resumo da Notícia

  • Governo russo termina testes de vacina contra covid-19
  • A vacina já apresentou resultados positivos de imunização
  • A distribuição da substância pode acontecer ainda em agosto desse ano
Rússia afirma que vacina contra covid-19 poderá ser distribuída em agosto (Foto: Getty Images)

Após quase 4 meses de quarentena, a maior ansiedade da população é uma possível cura. Em meio a tantas pesquisas e testes de vacinas contra o coronavírus, a esperança de encontrar um remédio que além de poder proporcionar uma vida sem riscos irá salvar milhares de pessoas, é inevitável. Felizmente, essa é uma realidade que pode estar mais perto do que imaginamos.

-Publicidade-

Nesta segunda-feira, 13 de julho, o portal do UOL confirmou que a Rússia pode ser o primeiro país a distribuir vacinas em combate a covid-19. De acordo com o governo russo, parte dos testes clínicos que são feitos para comprovar a eficácia da substância e o poder de imunização, já estão completos. Existe a possibilidade de que a população comece a receber as doses, a partir do mês de agosto.

A vacina que foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa e Epidemiologia e Microbiologia Gamelei, promete apresentar resultados ainda mais positivos durante a fase 3, que testa o efeito em um grupo grande de voluntários. O Ministério da Saúde Russo, prevê que até setembro será possível iniciar a produção em massa por laboratórios privados, da vacina.

-Publicidade-

Entre as 19 vacinas contra o coronavírus que estão sendo testadas no mundo inteiro, está faz parte do grupo de apenas outras duas que alcançaram a fase 3: a chinesa, Sinopham e AstraZeneca da Universidade de Oxford. Além disso, a chinesa Sinovac Biotech, que fez testes no Brasil, pode alcançar a fase 3 no fim do mês de julho. Apesar das altas expectativas, o avanço nas pesquisas significa grande esperança para todas as famílias.