Vacina da gripe: campanha começa nesta segunda-feira e te contamos quem precisa se vacinar

Nesta primeira fase, pessoas acima de 60 anos e trabalhadores da área da saúde receberão a vacina; Há uma estimativa de que 67,6 milhões sejam vacinados até o final da campanha

Resumo da Notícia

  • A campanha foi adiantada em um mês, por causa da pandemia de coronavírus
  • A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe terá início nesta segunda-feira, 23 de março
  • A vacina protege contra Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2)
  • Não foi comprovada a eficácia da vacina da gripe contra o coronavírus
A campanha foi antecipada em um mês (Foto: Getty Images)

Nesta segunda-feira, 23 de março, o Ministério da Saúde inicia a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Durante esta primeira etapa, serão vacinados idosos e trabalhadores da área da saúde. Em outras datas, estima-se que 67,6 milhões de pessoas sejam vacinadas no país. A meta do Governo é que até o dia 22 de maio, 90% de cada um dos grupos se mobilizem.

-Publicidade-

Em 2020, em meio à pandemia de coronavírus, o Brasil decidiu antecipar a campanha, que geralmente começa em abril. Vale lembrar que a vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, mas irá auxiliar os profissionais da saúde a descartarem sintomas para o diagnóstico da doença, já que são semelhantes.

No Rio de Janeiro, foi adotado a medida “Drive Thru” para que as pessoas não precisassem descer do carro para tomarem a vacina e assim terem menos contato com outros usuários do SUS.  A novidade foi elogiada, mas ainda não se sabe se será utilizada em outros estados.

-Publicidade-
A vacina não é comprovada para agir contra o coronavírus (Foto: Getty Images)

A segunda etapa da campanha, terá início em 16 de abril, com o objetivo de vacinar pessoas com doenças crônicas, professores da rede pública e privada e profissionais das forças de segurança e salvamento. A terceira e última fase, começa no dia 9 de maio, e irá priorizar crianças de seis meses a menores de seis anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A vacina, que é composta pelo vírus inativado, protege contra os três vírus que mais circularam no hemisfério sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-