Vacina da Pfizer terá intervalo entre doses reduzido para 21 dias, diz Ministério

Atualmente, o tempo de intervalo entre a primeira e segunda dose da vacina da Pfizer é de três meses, mas será reduzido para 21 dias

Resumo da Notícia

  • A vacina da Pfizer tem o intervalo de três meses entre as doses
  • A partir da medida, o tempo será reduzido para 21 dias, assim como diz a bula do imunizante
  • Vale lembrar que ainda não existe uma data de quando a mudança vai acontecer

Nesta segunda-feira, 26 de julho, Rodrigo Cruz, secretário-executivo do Ministério da Saúde disse que o intervalo entre as doses da vacina da Pfizer vai diminuir. Atualmente, o tempo é de 3 meses da primeira para a segunda dose, mas vai passar a ser de 21 dias, como estabelece a própria bula do imunizante.

-Publicidade-

“Precisa ver qual é o melhor timing disso, mas que vai diminuir, vai. A gente está só vendo com CONASS e CONASEMS, na tripartite, para gente ver qual é a melhor data para diminuir o prazo de 3 meses para 21 dias. Então, encurtando o prazo ficando o mínimo pontuado pela Pfizer”, disse Rodrigo Cruz.

A vacina da Pfizer terá seu tempo reduzido na segunda dose, passando de 3 meses para 21 dias (Foto: Freepik)

De acordo com o secretário, o laboratório também está sendo ouvido para que a decisão seja tomada e possa haver o abastecimento e cronogramas de chegada e distribuição da vacina da Pfizer. Além disso, Rodrigo comentou também sobre a possibilidade do imunizante da AstraZeneca ter seu tempo reduzido.

A vacina poderá passar de 12 semanas para até 4 semanas no tempo de segunda dose. Mas, o Ministério da Saúde terá como foco no momento o imunizante da Pfizer: “Porque tecnicamente, tem se mostrado mais interessante, em termos de resposta imunológica, manter o prazo mais extenso”, concluiu.